Jundiaqui
Jundiaqui

Barcelona: comer, rezar e amar

Jundiaqui
6 de julho de 2017
Márcio Miguel traz 10 dicas para você curtir essa cidade apaixonante

Voltei apaixonado de Barcelona! Sério! É daquelas cidades que a gente tem vontade de morar pro resto da vida.

Organizada, bonita, com gente linda… tem praia, cultura, diversão! Enfim, Barcelona é a cidade perfeita para se comer, rezar e amar.

Fiquei por lá durante 7 dias e fiz de tudo um pouco. Separei dez dicas, mas é claro que há muito mais opções e para todos os gostos...

1 – Vou começar por um dos pontos mais tradicionais de Barcelona: a Sagrada Família. É algo surreal! Entrar naquele espaço projetado por Gaudí é se conectar com uma energia inexplicável, seja qual for a sua religião. A iluminação dos vitrais e os detalhes emocionam e fazem a gente agradecer pela vida. Tire um momento só seu e reze. Compre a sua entrada antes pela internet (www.sagradafamilia.org/es/), assim você poderá escolher o horário da visita, evitando as imensas filas. Custa 24 euros e já vem com um guia de áudio pra você entender cada detalhe da obra. Aliás, a igreja ainda não está finalizada mas deve ficar pronta em 2026, ano do centenário da morte do arquiteto.


2 – Ainda sobre Gaudí, o arquiteto tem várias obras espalhadas por toda a cidade. A Casa Milà é uma delas. Também conhecida como La Pedrera, foi construída entre os anos 1905 e 1907 e está no Passeig de Gràcia no bairro Eixample. Vale conhecer o apartamento decorado com objetos do começo da década de 1900. Não deixe de visitar também o Park Güell, outra obra de Gaudí.

3 – Do sagrado ao profano (mas nem tanto assim), visite algumas das praias de Barcelona. Barceloneta é a mais famosa delas, mas se você estiver procurando por algo diferente, vá até Mar Bella. Ela não existia até 1992, ano da remodelação urbanística da cidade. É a praia mais frequentada pelos gays e há um espaço para o naturismo também, ou seja, todo mundo sem sunga, biquíni ou maiô. Perca o medo e a vergonha e entre no clima. É tudo muito natural e tranquilo. Há famílias, senhoras, casais…. Para chegar é só pegar o metrô Poblenou. Não é do lado, mas vale a caminhada. Ainda dá pra conhecer Sitges, a cidade mais gay-friendly da Espanha. Fica a 40 minutos de trem de Barcelona.

4 – Aliás, vale falar sobre o uso de transporte público, caminhadas e distâncias. Nem tudo é tão longe quanto parece. Por isso, use metrô e ônibus. São limpos, seguros e fáceis de entender. Vale a pena comprar o Hola Barcelona, um cartão que te dá direito a usar o metrô/ônibus pelos número de dias que você adquirir. E não use táxi a não ser em casos extremos. Não vale a pena. A ida do aeroporto para qualquer parte de Barcelona também pode ser feita com transporte público.

5 – Barcelona é cheia de shows de artistas mundialmente conhecidos. Nesta última vez em que estive lá Ariana Grande, Michael Bolton e o festival Sonár eram as grandes atrações. Mas há diversos espetáculos. Eu sempre pesquiso no www.pollstar.com pra saber o que vai rolar de atração nas cidades que estou indo viajar. Faça isso caso goste de astros da música internacionais. Lady Gaga, Madonna, Beyoncé, se estiverem em turnê, com certeza passarão por lá.

6 – A noite GLS em Barcelona é bem divertida. A Arena é uma das boates mais famosas de lá e reúne estrangeiros e locais. O som é bem pop e abre de segunda a segunda. Dá pra entrar VIP todas as noites. É só frequentar um dos bares do grupo, consumir uma cerveja ou um drinque e pegar sua entrada grátis. No site www.grupoarena.com tem mais informações. Mas há também várias festas diferentes. Achei a “Churros com Chocolate” que foi realizada num domingo no teatro Apolo. Ela acontece uma vez por mês. Começava 20 horas e ia até 5 horas porque, segundo o garçom que me indicou, as pessoas tinham que trabalhar na segunda (rs). A entrada era free e uma cerveja custava 5 euros. Mas há outras festas rolando sempre neste estilo “Gambiarra”, “Javali” e “Ursound”. Pergunte sempre para o barmen nos esquentas. Ah, na balada vale chegar depois das 2 horas porque antes a casa fica vazia.

7 – Há pouco mais de uma hora de trem de Barcelona, na cidade de Salou, o grupo do Porto Aventura, famoso parque temático espanhol, abriu uma filial do Parque da Ferrari. Se você é fã de adrenalina, não perca a oportunidade de conhecer os dois. Dá pra comprar um pacote de Barcelona à Salou por 60 euros que inclui o trem e a entrada para os dois parques. Visite primeiro o da Ferrari que fecha mais cedo. A montanha-russa é maravilhosa! Tem o formato de um clipes e atinge a velocidade de 180 km/h em 5 segundos. Há ainda um elevador e dois simuladores bem legais. Já no Porto Aventura há mais 5 montanhas-russas e outros brinquedos. Só pergunte o horário de volta porque o trem, geralmente, passa de uma em uma hora.

8 – A hospedagem em Barcelona não é lá muito barata. Se você está indo num esquema “mochilão” pesquise por algum Hostel. Mesmo assim achei os valores acima da média para dividir o quarto com 6 ou 8 pessoas. Minha opção foi ficar num Hostal, que é tipo uma pensão, geralmente considerado duas estrelas. Fiquei no Ruta de Francia que tinha uma localização muito boa, com metrô perto e acesso fácil a tudo. Você pode escolher o quarto com ou sem banheiro e não há elevador. Ou seja, se levar mala grande, já sabe que vai ter que fazer força. Independente de qualquer coisa, vale o custo-benefício.

9 – Passear pelos mercados também é uma ótima opção de experimentar comidas e bebidas deliciosas e diferentes. O Mercado de São José, mais conhecido como La Boqueria, é o mais antigo dos mercados municipais de Barcelona. Há muitas frutas, comidas típicas, vinhos e sangrias para experimentar. Também há diversos doces deliciosos. Fica na La Rambla, 91.

10 – Caminhe pelo Bairro Gótico. Além da Catedral em estilo gótico construída dos séculos XIII a XV, é uma delícia descobrir bares, restaurantes e lojinhas. Encontrei uma loja de máscaras e fantasias deliciosa. Vá entrando pelas ruas e becos e encante-se.

Márcio Miguel é apresentador de TV
Jundiaqui
Você vai
gostar de

DIA DA MALDADE

Como hoje é sexta-feira, tem aquela provocação deliciosa do chef Manuel Alves Filho

Elba e Fernanda Takai vêm ao Sesc; mês abre com tributo a Belchior

Confira a programação de shows para março, que terá ainda Marcos Valle e a americana Kaki King

DIA DA MULHER \ Onyx Jamaican impulsiona o quinteto do PretaEu

A valorização da mulher negra de Jundiaí e região é o que ela defende

E o mestre Elvio Santiago reassume os pincéis

Aos 80 anos e agora de coração “novo”, artista retoma seu trabalho
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.