Jundiaqui
Jundiaqui

Projeto Chuí: a vez de Tibagi

Jundiaqui
19 de julho de 2018
Por Eusébio Santos

De quantas cores é feito nosso país? De quantos metros precisamos pra sonhar alto, muito alto? A vida aqui fora nos mostra algumas respostas e nos coloca tantas outras boas interrogações na cabeça.

Chegou a vez de Tibagi no nosso caminho. E ela é envolta em mistérios e lendas. Uma cidade ladeada pelo rio de mesmo nome e batizado pelo índios tupis-guaranis.

São mais de 3 mil quilômetros quadrados de matas nativas e boas aventuras aqui no Paraná, onde demos uma parada no nosso Projeto Chuí. Capricha no tênis, pega umas comidinhas legais e vem pra cá...



Fotos: Arquivo pessoal

Eusébio Santos é coordenador do Celmi e do Celeti em Jundiaí e diretor da Associação de Preservação da Memória Ferroviária.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Robertinho do Recife e Lucky Leminski no Sesc

Guitarrista terá a seu lado vocalista original do Metalmania nos anos 80

Jundiaiense que disputa Governo do Rio se envolve em polêmicas

Vitorioso no primeiro turno, Witzel é criticado por promover “farra dos juízes”

Koh Samui em noite de boa música e parabéns a Aloísio Einer Peres

Renato Viana cantou e tocou teclados acompanhado do violonista Décio Scalle

Renafer sobe patamar de atendimento em novo endereço

Mais ampla e funcional, loja de escadas dobráveis e que se escodem no teto te espera agora na rua José do Patrocínio
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.