Jundiaqui
Jundiaqui

Uma jundiaiense em Halong Bay, uma das 7 Maravilhas da Natureza

Jundiaqui
29 de março de 2018
Marcela Andrade Gomes nos leva para um passeio que lhe deixou de queixo caído

Marcela Andrade Gomes

Antes de ir para o Vietnã, eu nunca havia ouvido falar de Halong Bay, aliás, acho que não sabia nem qual era a capital do Vietnã (kkkk), que é Hanói, cidade que já mostrei no JundiAqui - click aqui e confira. Mas te digo: Halong Bay é simplesmente um dos lugares mais lindos e exuberantes que já vi em minha vida! E olha que já dei uma boa rodadinha neste nosso mundão...

Foi lá que descobri dois detalhes que fazem uma grande Halong Bay é declarada Patrimônio Mundial da UNESCO e figura entre as 7 Maravilhas da Natureza.

Distante umas 4 horas de Hanói, oferece cruzeiros que podem ser de 1 a 5 dias. Fiz o de 2 dias e uma noite dormindo no barco e acho que foi o suficiente. Se você tem tempo e dinheiro sobrando (rs), vale a pena ficar mais - é zen, lindo e revigorante!



As embarcações são navios que possuem, em média, 10 cabines e os preços variam bastante. Comprei pelo e-booking (sempre me oriento a partir das avaliações de outros hóspedes) e achei sensacional! Dei sorte pois minha embarcação quebrou e me colocaram em outra de qualidade superior (viagem é assim, lucros e danos). Paguei US$ 120 (americano) com toda a comida inclusa, mas sem bebida.

O passeio se dá pela baía que é cercada por umas duas ilhotas e ainda visitamos uma incrível caverna. Estas ilhotas foram compostas, de acordo com o mito, pela calda do dragão.

DE NOVO ELAS

impressionante como as mulheres são trabalhadoras, proativas e versáteis no Vietnã! Chegam em embarcações para vender bebidas, bolachas, salgados, cigarros... Minha maquiagem ficou para esta doce menina que me contou sobre seus segredos quando a mãe foi embora em seu barquinho.

Dou notícias de Hoi An!

Leia também: 

Marcela Andrade Gomes vai à Ásia e prova: quem viaja é mais feliz

Choque é o que melhor define a chegada a Hanói, no Vietnã

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

DIA DA MULHER \ Gisela comanda uma nação, a nação dos foliões

A ‘deretora’ levou o Refogado do Sandi a se tornar patrimônio de Jundiaí, arrastando milhares todo Carnaval

Jundiaí precisa de política de biodiversidade (exemplos não faltam)

Por José Arnaldo de Oliveira

Nailor é aclamada presidente em dia de festa no Clube da Lady

Diretora há 40 anos, ela assume o comando dia 7 de dezembro; a quarta marcou o aniversário da ladie Mara Nivoloni

Neymar é reverenciado como novo rei do futebol em Jundiaí

Jogador mais caro da história veio fazer a festa de milhares no jogo Fome Só de Bola
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.