Jundiaqui
Jundiaqui

POLYTHEAMA

Jundiaqui
17 de dezembro de 2020
Teatro é uma de nossas 7 Maravilhas e ganha restauração de presente

Em 1897 a Câmara de Jundiaí recebeu a proposta de Albano Pereira de um espaço de teatro circo rodeio e cinematógrafo. Inaugurado em 1911, o Polytheama era o maior do Estado, com 2.920 lugares.

Virou cineteatro mesmo em 1927, com a reforma de Emanuel. Gianni e Giácomo Venchiarutti. E virou referência das artes até os anos 1960, fechando em seguida.

Nos anos 80, começou uma campanha da comunidade que envolveu Lina Bo Bardi e durou até sua reabertura e 1996.

É uma das 7 Maravilhas de Jundiaí é um dos cinco únicos do Brasil com suas características de teatro do povo. Fica no alto do mirante Esplanada do Monte Castelo, ao lado do escadão.

Teatro está lindo

Às vésperas de seus cento e dez anos de história, agora o Polytheama ostenta uma placa de uma das 7 Maravilhas de Jundiaí. E o teatro foi revistalizado nos últoimos meses, à espera da reaberura ao público, o que depende do controle sobre a pandemia do novo coronavirus.

Ganhou um potente, silenciosos e necessário sistema de ar-condicionado, um sonho antigo. O piso brilha aos olhos, com a madeira tendo sido raspada, recebido tratamento antichamas e sinteco. Ficou um brilho dourado.

As paredes receberam uma pintura em azul, que dá uma sensação de tudo novinho. Os camarins foram reformados, com sofás, novos bancos, espelhos e azulejo. Também os banheiros do público foram reformados. E o álcool em gel entrou em cena também.



Jundiaqui
Você vai
gostar de

86 vítimas fatais na cidade agora pela Covid-19

Prefeitura de Jundiaí informa que nesta sexta-feira contabiliza mais quatro óbitos

Sushi de frutas tropicais com sorvete de gengibre

Pelo chef Paulo de Luna

Cheia de história, Coopercica está de cara nova e com loja online prontinha

Cooperativa traz ainda ofertas especiais todos os dias em suas redes sociais

Aniversário do JundiAqui tem homenagem a Picôco Barbaro

Colunista social escreveu páginas importantes da história do site
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.