Jundiaqui
Jundiaqui

Livros sobre lendas japonesas e ciência no cotidiano têm lançamento

Jundiaqui
11 de março de 2020
 

Um é para o público infantil e reúne André Kondo e Maurício de Sousa, outro tem a participação de Carlos Orsi



José Arnaldo de Oliveira

Dois lançamentos que merecem destaque:

"Lendas Japonesas"

As mais belas histórias japonesas são recontadas pelo premiado escritor e poeta André Kondo e pela turminha mais querida do Brasil. Uma mágica jornada com Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento e seus amigos dando vida para Urashima Taro, Momotaro, Tokoyo, Isshunboshi, o Coelho da Lua e outros lendários personagens que trazem os melhores valores e virtudes do Japão.

“Não tenho palavras para agradecer a todas as pessoas que fizeram esse sonho se realizar. O menino que aguardava com ansiedade os gibis da Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Chico Bento chegarem nas bancas, agora tem suas palavras interpretadas por essa turma querida por todas as idades!”, diz André Kondo.

Recontar as lendas japonesas preferidas nesse momento tem um sabor ainda mais especial após retornar do Japão a convite do Governo Japonês, pela Bolsa Gaimusho Kenshusei, informalmente uma espécie de embaixador da cultura japonesa no Brasil - leia mais.

“Obrigado, mãe, a senhora foi a pessoa que mais acreditou em mim em todos os momentos, mesmo quando eu deixei de acreditar em mim. Sei que se hoje escrevo uma história com o meu ídolo, foi porque a senhora me deu um coração com asas”, acrescenta.



"Ciência no cotidiano: Viva a razão. Abaixo a ignorância!"

O simples fato de vivermos no século XXI já nos faz beneficiários da ciência e dos seus frutos, mesmo que a gente não se dê conta dessa verdade. Os objetos que nos dão conforto, que nos dão prazer, que nos transportam, que nos emocionam, que informam - só existem da forma como existem por conta dos conhecimentos científicos.

O cidadão que ignora fatos científicos básicos pode se tornar presa fácil de curandeiros e charlatões, gente que mente para os outros e, não raro, para si mesma.

É do que falam Natalia Pasternak e o jundiaiense Carlos Orsi. Ela é bióloga, PhD em genética de microrganismos, pesquisadora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP e presidente do Instituto Questão de Ciência.

Orsi é jornalista formado pela Escola de Comunicação e Artes da USP, cofundador e editor-chefe da revista Questão de Ciência. Foi editor de Ciência e Meio Ambiente do Portal Estadão, ex-colunista do Jornal da Unicamp e autor de três livros de divulgação científica.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“Entre Monstros e Fragmentos” no Barravento

Espaço cultural da Ponte São João abre exposição de Kranium e dos irmãos Mirs nesta sexta

Bacalhoada do Rotary para ajudar Braille é dia 1º de março

Com convites já à venda, vai reunir o talento dos chefs Ricardo Savoy, Simone Borsolari e Sandra Romansini

Promoção continua: centenas de armações por R$ 49,99 cada na Di Fiori

É para troca de mostruário, com descontos que vão além dos 80% só até dia 1º de junho

Curta da Legatun é Jundiaí na telona do Maxi

Filme feito na cidade terá exibição sábado e domingo às 10h30, com entrada gratuita
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.