Jundiaqui
Jundiaqui

Carnaval de marchinhas do Continuamos desfila pela Ponte São João

Jundiaqui
24 de fevereiro de 2020
Bloco conseguiu ampliar seu percurso na manhã desta segunda, para alegria geral

Edu Cerioni

Ah!, como é bom se sentir em casa. E foi assim na manhã/tarde desta segunda-feira de Carnaval (24) o desfile do Continuamos na Nossa, abraçado pela Ponte São João.

Bloco criado em 2008 e que cresceu tanto ao ponto de ter que parar ou ir desfilar no Centro, pelo segundo ano seguido voltou a seu reduto, agora em percurso um pouquinho maior do que em 2019. Logo fará novamente seu trajeto original, sonham os organizadores.

Seguido por centenas de foliões, alguns falaram em mais de mil, muitos fantasiados, o Continuamos na visão de Altevir Cecatto, seu presidente, não "quer ser o maior nem o melhor de Jundiaí, mas sim continuar a levar alegria ao nosso bairro".

E foi lindo a Banda Agora é Nóis de Régis Nogueira reforçada por Wandão, Renato Vianna, Ignezinha do Pandeiro e outras feras tocando o tempo todo marchinhas. O público respondeu com danças, palmas, sorrisos...

O desfile levou uma hora e cinco minutos, saindo do Estrela da Ponte na rua Padre Ângelo Cremonti, pegando a marginal do Córrego da Colônia (avenida Luiz Zorzetti), onde foi aplaudida por Pedro Beagim e seus colaboradores da JundExtintores, entrando pelas ruas Lima e Eliza para voltar ao ponto inicial. Em 2019, o JundiAqui alertou que o caminhão de som fez uma manobra arriscada na marginal para dar meia-volta, o que este ano foi corrigido. o alerta agora é que os fios de energia elétrica complicam a vida dos músicos.

Muitas famílias com crianças entraram no desfile e outras, principalmente com idosos, saíram nas janelas ou calçadas para incentivar os foliões. A previsão furada do Clima Tempo dava na noite anterior que cairia uma chuvarada, que nada! Tinha um sol para cada um, assim as sombras eram disputadas antes de o desfile começar e a seu final.

Este ano, a Corte do Continuamos na Nossa, nome que resgata a tradição do Estamos na Nossa, bloco histórico de décadas passadas, é formada pela Rainha Rose Guimarães e com Magali Sperandio como Porta-Bandeira, Cristina Santiago Ferreira como Passista e Angelo César Sominete como Príncipe. Rainhas de outras épocas usaram suas faixas.

Legal foi ver a diretoria do Chupa que é de Uva prestigiando a folia, assim como B.A. Vitorino do Kekerê, além do pessoal do Ponte Torta.

O Continuamos tem como sua casa o Estrela da Ponte, clube que em seu bar traz algumas placas - idênticas a essas que nomeiam ruas - e fazem homenagens a grandes figuras do nosso Carnaval, caso de Erazê Martinho, criador do Refogado do Sandi, Picôco Barbaro, ex-colunista do JundiAqui, Zabumba e Almir Cecatto.

No desfile desta segunda, foram saudados patrocinadores como José Clóvis (Pardal) Tomazzoni de Oliveira, da Uniodonto. Também a presença do ex-prefeito Pedro Bigardi.

Veja mais de 500 fotos exclusivas do JundiAqui, o site da folia:



Fotos: Edu Cerioni/JundiAqui
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Pandemia, máscara e cinema

Por Luiz Haroldo Gomes de Soutello

E a Covid-19 vai raspando até a barba de jundiaienses

Acreditando em maior proteção na guerra ao vírus, muitos estão mudando o visual na cidade

Programação para Crianças e Adultos nos Cursos do Maxi

Shopping festeja seu aniversário e já vem com dicas até para o Natal

No Arraiá do La Bella Arte é só alegria

Escola de dança mantém a tradição de festejar o fim do primeiro semestre com um bela festa
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.