Jundiaqui
Jundiaqui

Grêmio tem Apoteose do Refogado sexta e matinê terça

Jundiaqui
18 de fevereiro de 2020
As duas festas vão ser na sede central, gratuitas aos sócios e com preços populares aos convidados

O Grêmio C.P. tem história quase que centenária de festejar o Carnaval, sempre com festas de muito colorido e animação. Este ano vem com a folia da Apoteose do Refogado do Sandi na noite desta sexta-feira (21) e depois com a Matinê de terça-feira (25).

Vão ser na sede central, ambos gratuitos aos sócios. A Apoteose do Refogado vai das 20h até meia-noite, com a banda Fábrica do Som. Convidados pagam R$ 20,00 e as mesas custam R$ 30,00. A Matinê é das 15h às 18h com DJ Bebel. Entrada franca para crianças de até 6 anos. De 7 anos a 12, R$ 15,00 e acima dessa idade, R$ 20,00.

"O Carnaval é um momento de folia e confraternização dos associados e vai permitir que a gente mostre também essa nossa tradição de saber festejar a mais gente, os foliões do bloco Refogado", diz o presidente do clube, Wilmer José Brandão.

O diretor de Marketing, Glauco Pedroso, lembra que "receber a criançada na Matinê é sempre maravilhoso, festa cheia de fantasia, confete e serpentina. Estamos formando novas gerações de carnavalescos do Grêmio".

Para Gisela Vieira, que comanda o Refogado, que nasceu há 26 anos e pela segunda vez esticará seu desfile das ruas do Centro para o salão do Grêmio, essa parceria veio para abrir a possibilidade aos foliões de esticarem a festa - 20 horas é o limite do bloco na rua. "Agora dá para curtir Carnaval até meia-noite, com segurança, banda boa e cerveja a preço justo", diz. "Vamos repetir o sucesso do ano passado".

Clique aqui e garanta seu ingresso.

Sede Central: rua Rangel Pestana, 334, Centro. É para maiores de 18 anos.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Viva o amor: 62 anos do sim de Odilon e Ignezinha do Pandeiro

Missa na Catedral marca aniversário de casamento da dupla mais foliã do nosso Carnaval

Renata Iacovino lança novo livro e faz noite de autógrafos cultural

“Gotas de impermanência” é o sétimo livro da escritora e poetisa, que festeja no Koh Samui em dezembro

Os desafios da indústria 4.0

Por José |Arnaldo de Oliveira

Pichadores continuam a desafiar a lei. Agora foi no monumento de Inos

Uma da bolas coloridas que formam a obra do mestre ítalo-jundiaiense em frente ao Parque da Uva foi pichada
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.