Jundiaqui
Jundiaqui

Cine Ipiranga funcionou de 1952 a 96 na rua Barão

Jundiaqui
28 de maio de 2017
Celso de Paula traz um pouco da história desse cinema que ficava no Centro de Jundiaí

Cinema inaugurado em Jundiaí em 14 de novembro de 1952, por iniciativa de Arcângelo Rappa e Ernesto Rappa.

O imóvel ocupado por este cinema, na rua Barão de Jundiaí, fora, antes, residência de Maria Januária de Moraes Jordão, a Baronesa do Japi - ficava ao lado do Solar do Barão, Museu Cultural que teve o prédio preservado.

Trinta anos depois de inaugurado, ele passou por uma reforma, sendo-lhe, então, acrescida a segunda sala de projeções.

Em 1º de janeiro de 1983, quando foi reaberto, exibiu na Sala 1 o infantil "As Aventuras da Turma da Mônica" e na Sala 2, o musical "Annie".

O Ipiranga desempenhou papel relevante na vida social dos jundiaienses, oferecendo diversão às famílias e principalmente aos jovens ao longo de mais de 40 anos.

O centro da cidade viu-se privado desse seu último cinema em 1996.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Coronavírus alcança 70% do Estado, que tem 10 mil internados e 4,5 mil óbitos

Avanço é acelerado pelo interior, litoral e Grande São Paulo

Jundiá anuncia seus sorvetes em jogo da Seleção Brasileira

Marca aparece em transmissão da TV Globo na vitória por 2 a 0 em cima da Croácia

Já são 7 mortes suspeitas em Jundiaí. Dois têm menos de 40 e cinco mais de 70 anos

De sábado para cá, último boletim epidemiológico, mais quatro mortes suspeitas foram registradas na cidade

Soninha Vargas festeja sua nova Moda Rio

Loja de Louveira é inaugurada com muita gente de Jundiaí na noite desta sexta
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.