Jundiaqui
Jundiaqui

2022: o ano será da música

Jundiaqui
1 de janeiro de 2022
Por Wagner Ligabó




Tentei o ano passado e não foi como eu queria. Não virou! Tive que me conformar que nada dura para sempre, e, infelizmente, meus grupos musicais não se agruparam mais.

Fazer o quê? A chateação é o melhor gatilho para buscar a alegria. Assim foi!
Voltei então às origens! Eu comigo mesmo. Estudei muito baixo, violão, violão de 12, arranjos e composição. Me tornei meu fã! É muito bom!

Música é vida e sempre foi minha motivação de sentir meu eu se manifestar de maneira transparente, ser feliz e viver!

"Música é vida interior, e quem tem vida interior jamais padecerá de solidão!" (Artur da Távola)


Jundiaqui
Você vai
gostar de

Brasil que dá saudade traz Dori Caymmi a Jundiaí

Cantor e compositor vem ao Sesc na noite deste sábado com “Voz de Mágoa”

A 57ª Assembleia Geral da CNBB (I)

Pelo bispo Dom Vicente Costa

Eleições e o quociente eleitoral

Por Lucinha Andrade

“Apesar de você, amanhã há de ser outro dia…”

Vera Vaia mostra o que colocou em primeiro lugar nos trends a hashtag “Bolsonaro Traidor”
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.