Jundiaqui
Jundiaqui

Tom Zé, enfim, traz suas “Canções Eróticas de Ninar”

Jundiaqui
19 de setembro de 2018
Às vésperas de fazer 82 anos, ele vem ao Sesc com suas mais tenras memórias sobre a descoberta do sexo

Quando fez 80 anos, Tom Zé remexeu seu passado de garoto no quesito sexo e lançou “Canções Eróticas de Ninar”, disco premiado e que lhe valeu turnê a partir do final de 2016. Pois agora chegou a vez de Jundiaí conhecer o resultado do que o compositor tirou do fundo do baú - isso às vésperas de fazer 82, dia 11 de outubro.

Em show neste sábado (22) no Sesc Jundiaí, Tom Zé, que cravou seu nome na história da MPB como um dos idealizadores do Tropicalismo, nos leva aos anos 1940 e 50 na Bahia, quando falar de sexo era tabu.

Esse resgate deu tão certo que "Canções Eróticas de Ninar" foi eleito ano passado o melhor disco na categoria pop/rock/reggae/hip-hop/funk do 28º Prêmio da Música Brasileira. A faixa “Descaração Familiar” - "De saia tem fogão/O curioso que futuca/Vai queimar a mão" - ganhou como a melhor canção.

Além desse passeio que envolve, como ele mesmo define, "curiosidade, brincadeira, ansiedade, segregação, gosto, blasfêmia, oração…", Tom vai resgatar alguns sucessos de sua carreira.

Ele sobe ao palco acompanhado de Daniel Maia, produtor, guitarrista e arranjador; Jarbas Mariz, bandolinista, violonista e percussionista; Cristina Carneiro, tecladista; Felipe Alves, baixista, e Rogério Bastos, baterista.

22/09 (sábado) – 19h

Ginásio | 2200 lugares (sendo 250 sentados)

R$ 12,00 (credencial plena), R$ 20,00 (meia) e R$ 40,00 (inteira)

Classificação indicativa: 12 anos

Avenida Antonio Frederico Ozanan, 6.600, Jardim Botânico.

Leia também:

Sexta-feira é especial, para o que der e vier com Geraldo Azevedo
Jundiaqui
Você vai
gostar de

JundiAqui lança dia 19 de maio o jornal da Festa Italiana

Aqui o convite aos anunciantes para que divulguem sua marca a esse grande público da Colônia, do Caxambu, da Ponte e vizinhanças

Alvíssaras

Por Doyglas Mondo

70 anos da televisão brasileira

Por Luiz Haroldo Gomes de Soutello

Jundiaiense Rodrigo Koxa é dono da maior onda do surf mundial

Surfista teve confirmado neste domingo que feito de 2017 é o novo recorde, com 24,38 metros de altura
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.