Jundiaqui
Jundiaqui

Neymar: ódio e amor

Jundiaqui
28 de junho de 2018
Por Luis Cláudio Tarallo

O nosso maior astro do futebol moderno vem sofrendo muitas críticas e até brincadeiras, diminuindo-o e ridicularizando-o nas redes sociais. Isso acontece com Neymar talvez pelo simples fato de o torcedor aproveitar uma situação para brincar com os amigos ou realmente pela contestação e repúdio aos seus atos e/ou maneira de ser.

O nosso craque já liderou uma conquista inédita, que foi a medalha de ouro nas Olimpíadas, competição que muitos craques tentaram vencer e não conseguiram. E tem ainda sua participação na última Copa do Mundo no Brasil, quando fez muitos gols e a seleção ganhou todas as partidas até ele se machucar e sair do time... Aí fica a dúvida: qual é o real motivo de pegarem tanto no pé do Neymar?

Um jovem craque com indiscutível talento futebolístico coleciona cada vez mais fãs pelo mundo todo, todavia também aumenta, quem sabe  proporcionalmente, o número de pessoas que desaprovam seu modo de vida e até o modo de jogar futebol.

Muitos atletas autorizam o seu estilo de jogo, alegre, progressivo ao gol e com muitas jogadas inusitadas e plásticas. Mas muitos o desautorizam devido ao fato de entenderem por muitas vezes que há um desrespeito ao adversário.

Incontestável é a vontade de vencer, principalmente agora que joga pela segunda vez a maior competição do futebol do mundo. Porém até o seu nervosismo natural de um atleta que tem um “peso enorme nas costas” é contestado.

Neymar é uma pessoa que já se tornou celebridade, ou seja, está transcendendo o mundo do futebol, todavia vale a pena esperar o tempo para a história escrever o que o craque/gênio mais conquistará nas competições esportivas e também na relação com os torcedores. O que mais conquistará: ódio ou amor?

Luis Cláudio Tarallo é técnico de basquete
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Jundiaí participa do “Ciência Aberta” no debate sobre envelhecimento

Programa feito em parceria com o jornal “Folha de S.Paulo” destaca  Jundiaí

Stock Car 2020 tem novidades na volta do jundiaiense Guilherme Salas

Temporada vai marcar o fim de uma era para a quartentona categoria nacional 

Orquestra Municipal abre temporada de encontros

Vão ser grandes momentos nesta temporada, que vai contar com solistas como Fabio Zanon

Pré-Carnaval do Tênis Clube é sexta, com o delicioso concurso de fantasias

Esse ano a folia terá Tom Nando e Banda e como convidada a bateria da Rosas de Ouro
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.