Jundiaqui
Jundiaqui

Um pouco da história de nossa uva e vinho

Jundiaqui
8 de janeiro de 2020
Às vésperas de Festa da Uva, relembre a trajetória de sucesso dessa fruta em nossa cidade

A história da uva no município é bastante antiga. Em 1669, quando o Jundiahy era apenas um povoado, o cartório do 1º Ofício já registrava em nossas terras a produção e a venda de vinho de uva, vegetal que surgiu na região do Mar Cáspio, na Ásia, há milhões de anos.

Apesar dos registros do século 17, foi no final do século 19 que a produção se ampliou, com a chegada da variedade da Uva Isabel trazida pelos imigrantes italianos. Foram, entretanto, as uvas trazidas do Alabama, nos Estados Unidos, com o nome Niágara, as que mais se adaptaram no solo e condições climáticas jundiaienses.

O destaque maior de produção veio em 1933 quando, a partir da uma mutação genética somática espontânea na região do Traviú, em meio à produção da Niágara Branca, surgiu uma variedade rosada, a principal uva da região nas últimas décadas.

A novidade chamou a atenção dos produtores e também do consumidor e elevou Jundiaí ao patamar nacional no que diz respeito à viticultura, sendo batizada como “Terra da Uva”.

Atualmente há em Jundiaí mais de 1.500 propriedades agrícolas, cujas dimensões representam 52% do território municipal. Dessas propriedades, cerca de 500 produzem uva, em mais de 10 milhões de pés, que representam 30% de toda a uva produzida no Estado de São Paulo.

Vinho

O destaque também vai à produção de vinho. A tradição chegou a Jundiaí na bagagem dos imigrantes italianos que aqui se instalaram no final do século 19. A produção artesanal, que inicialmente acontecia para o próprio consumo das famílias, foi ampliada e tipificadas, para as variedades tintos, brancos, roses, secos, suaves e frisantes. Atualmente há mais de 20 adegas produtoras de vinho, que atraem visitantes de todo país e do exterior para provar os vinhos jundiaienses.

A projeção internacional também se deu por conta do fornecimento do vinho jundiaiense para as missas realizadas no Brasil durante as visitas dos Papas Bento XVI e Francisco, respectivamente, em 2007 e 2013.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Até a Igreja Católica lança concurso de crônicas

É a Pastoral Cultural da Catedral Nossa Senhora do Desterro em parceria com a Academia Jundiaiense de Letras

Que delícia: agora tem Beatrice Boulangerie na Barão de Teffé também

É uma padaria? Conveniência? Mais que isso, um ponto de convivência e gostosuras no Jardim Ana Maria

Hospital da Criança, um ano depois

Por Verci Bútalo

Uma tristeza sem fim… NEP de luto

Por Wagner Ligabó
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.