Jundiaqui
Jundiaqui

22 dias depois, Jundiaí tem confirmação da Ômicron pelo Adolfo Lutz

Jundiaqui
6 de janeiro de 2022
Exame de covid que deu positivo para a variante que mais se espalha no mundo é de homem de 24 anos

Jundiaí recebeu, nesta quinta-feira (6), a primeira notificação do Instituto Adolfo Lutz de caso positivo para a variante Ômicron do novo coronavírus.

Trata-se de um homem de 24 anos que passou por atendimento na UPA Vetor Oeste no dia 15 de dezembro. Ele havia recebido duas doses de vacina contra covid-19 e a evolução do quadro foi boa, sem necessidade de internação.

Ele não fez viagens recentes e não há casos positivos entre os seus familiares e outros com quem teve contato.

A primeira morte no Brasil pela variante Ômicron foi registrada em Aparecida de Goiânia, Goiás, nesta quarta-feira (5). A vítima foi um homem de 68 anos portador de doença pulmonar crônica, hipertenso, que já tinha se vacinado com três doses contra a covid-19.

A variante Ômicron do coronavírus, que é mais infecciosa, parece provocar formas menos graves da doença do que a Delta, mas não deve ser classificada como "leve", avisa a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O Ômicron é um vírus que mata menos, mas em contrapartida se espalha muito mais rápido. Portanto, todo cuidado é pouco. Use máscara, higienize as mãos com álcool em gel 70º e evite aglomerações.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Mais regras: blocos com desfile máximo de 6 horas

Jundiaí terá só dez dias possíveis para promover a folia

Um brinde com sabor bem jundiaiense

II Expo Vinhos vai até dia 16 no Maxi Shopping, reunindo 12 adegas da cidade

Briga de Foice!

Por Vera Vaia

Jundiaiense da Global Youth Video Competition dá palestra em escola

Nara Perobelli é uma das 20 finalistas de competição que visa esclarecer sobre as mudanças climáticas
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.