Jundiaqui
Jundiaqui

Ministério da Saúde diz que verba do Grendacc virá via São Vicente

Jundiaqui
13 de setembro de 2017
Governo Federal vê questão como resolvida; Verci espera por reunião de Miguel Haddad com ministro

Com o título "Atendimento a crianças com câncer no Grendacc está garantido!", o Ministério da Saúde publicou nota em seu site nesta quarta-feira (13), com o seguinte teor: "A população terá toda a assistência oncológica necessária por meio do SUS na instituição. Os atendimentos serão vinculados ao Hospital São Vicente, que possui habilitação".


E segue: "O Ministério da Saúde e a prefeitura de Jundiaí fecharam acordo para a continuidade do atendimento do Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc), durante reunião na tarde desta segunda-feira (11), em Brasília. O atendimento na unidade, que havia solicitado habilitação de oncologia pediátrica, continuará vinculado ao Hospital São Vicente, garantindo assim a assistência aos pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Em comum acordo com a presidência do Grendaac e com o município de Jundiaí, responsável pela contratualização desta unidade, decidimos que não haverá interrupção dos serviços de nenhuma forma e que toda a assistência necessária será garantida por meio dos recursos federais que são e que sempre foram enviados ao gestor local, com cobertura integral do que é produzido pela instituição”, destacou o Secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo.

O pleito da unidade até então era a habilitação como Serviço de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) pediátrica. No entanto, o estabelecimento possui apenas 16 leitos e essa quantidade não atende aos critérios mínimos previstos pela legislação, que exige ao menos 60 leitos.


São parâmetros necessários para garantir estrutura, segurança e qualidade do paciente, estabelecidos pelo Governo Federal conjuntamente com especialistas e sociedades médicas – inclusive a Sociedade Brasileira de Pediatria.Como o município de Jundiaí conta com o Hospital São Vicente, que apresenta mais de 200 leitos e possui habilitação para o atendimento de oncologia pediátrica, os casos do Grendacc continuarão sendo referenciados para esta instituição, mantendo vinculados os atendimentos e procedimentos que forem necessários.“O hospital não tem estrutura para ter a habilitação e isso foi comprovado após visita técnica do Ministério da Saúde. Não temos o número de leitos necessários, mas isso não vai gerar desassistência. Por mais que o Grendaac ainda não detenha a habilitação, estamos nos comprometendo a garantir todo o atendimento por meio do nosso hospital que é credenciado. Enquanto isso, a entidade vai se reestruturando para adequar todos os parâmetros necessários e fazer um novo pleito no futuro”, finalizou o vice-secretário de Saúde de Jundiaí, Tiago Texera".

ESPERANÇA

Antes da divulgação da nota, a presidente do Grendacc, Verci Bútalo, disse que ainda espera pelo credenciamento e que isso voltará a ser tratado nesta quinta-feira (14) em reunião do deputado federal Miguel Haddad com o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Verci pede ajuda financeira dos municípios da região que mandam pacientes para cá. A dívida do Grendacc passa de R$ 2 milhões.

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Evangelizar é comunicar a Boa Nova de Jesus

Pelo bispo Dom Vicente Costa

Não é esmola o que o governo tem obrigação de propiciar aos famintos

Por José Renato Nalini

Koh Samui em flor para receber os namorados

Casa aconchegante esgotou suas reservas em noitada de paz e amor

Tempo da maturidade

O sentido de finitude pode ser extremamente benéfico porque impulsiona atitudes positivas e novas, argumenta Cláudia Bergamasco
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.