Jundiaqui
Jundiaqui

Venda de uva na pandemia desafia produtores de Jundiaí

Jundiaqui
3 de dezembro de 2020
São esperadas cerca de 23 mil toneladas de Niagara Rosada colhidas na cidade até janeiro

Jundiaí, a maior produtora do Estado, começou a colher a uva Niagara Rosada e a venda em um ano repleto de novidades trazidas pela pandemia do novo coronavírus é o grande desafio a ser superado agora.

Anderson Alex Tomasetto, com propriedade no Traviú, conta que o clima foi uma dificuldade, porque a seca muita severa e o frio tardio interferiram na produção, mas que a qualidade está inalterada. Jonatas Fortes de Oliveira, do bairro Champirra, também já começou a colheita, embora ainda tenha dúvidas sobre os resultados da comercialização. “O poder de compra da população diminuiu, creio que ainda vamos sentir os efeitos”, diz.

A maioria aposta nas centrais de distribuição para colocar suas uvas no mercado nacional, como acontece todo ano, mas não estranhe se cada vez mais barracas forem vistas pela cidade.

Nestes primeiros dias de dezembro, o preço de dois quilos é de R$ 20,00 em barracas no Caxambu. Há caixinhas de R$ 15,00 a R$ 50,00.

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Clube da Lady tem festa pelos seus 59 anos

Comemoração sob o comando de Lucinha e Nailor é no dia 22

Roberto Franco Bueno lança livro que começou a escrever em 1957

Arquiteto e um dois principais historiadores de Jundiaí traz seu olhar sobre os últimos 200 anos da cidade

Algum dinheiro ajuda

Por José Renato Nalini

Carnê do IPTU 2021 por e-mail tem que ser solicitado até 10 de dezembro

Cidade tem cerca de 180 mil imóveis cadastrados e pagamento começa em fevereiro
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.