Jundiaqui
Jundiaqui

Nosso primeiro arranha-céu agora é um setentão

Jundiaqui
2 de janeiro de 2020
Foi em 1950 que o Edifício Carderelli, no Centro, teve sua inauguração

Hoje nossa cidade conta com prédio de 140 metros de altura, como é o caso do The One Office Tower, mas essa história começou mais acanhada há setenta anos. Foi em 1950 que aconteceu a inauguração do Edifício Carderelli, com seus quatro andares, algo de pouco mais de 15 metros, mas suficientes para lhe darem o título de primeiro arranha-céu de Jundiaí.

A construção começou em 1948, projeto do arquiteto Vasco Antonio Venchiarutti, com a participação de Giácomo Venchiarutti e Odil Campos Saes. O dono era Nicolau Carderelli.

Começou com uso residencial nos andares superiores e um espaço comercial no térreo, ocupado primeiramente pela Casa Independência, que vendia tecidos e artigos de costura. Hoje abriga escritórios e consultórios médicos nos andares superiores e no térreo a loja de calçados A Passarella, com entrada pela rua Barão de Jundiaí em frente ao Museu Solar do Barão e pela praça Governador Pedro de Toledo.

Tem grau de proteção pelo Conselho Municipal de Patrimônio Histórico. Sua estrutura é de concreto armado, laje de concreto, com paredes de alvenaria, revestimento externo de patilha cerâmica e esquadrias externas em ferro e vidro.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Camila Pitanga vira fã dos sorvetes da Jundiá

Artriz faz campanha publicitária e marca amplia a linha Max com Cookies and Cream e Coco Bianco

Giulia Vicente é Jundiaí em novo programa do Multishow

Menina de 11 anos foi selecionada entre cerca de 800 concorrentes e vai ao ar junto com Eduardo Sterblitch

Felipão por Mano: muda ou não muda?

Por Marcel Capretz

Adeus ao rei das mil selfies do nosso Carnaval

José Carlos Monteiro Baltazar morreu aos 61 anos neste feriado de quinta
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.