Jundiaqui
Jundiaqui

50 anos Rotary Leste: fazendo a diferença

Jundiaqui
15 de junho de 2018
Por Guaraci Alvarenga

O livro sobre minha mesa me emociona. Contemplo cada semblante com admiração singular. O que o passado tem de bom e que o futuro talvez não tenha é a vantagem de ser intocável. É o Jubileu de Ouro do Rotary Club de Jundiaí Leste.

Suas páginas retratam as figuras de grandes homens e mulheres que dedicaram suas vidas e tempo em beneficio de gente para a qual a vida foi menos generosa.

Criado na cidade de Chicago, nos EUA, no ano de 1905, o Rotary Club é a mais antiga organização internacional de clubes de serviço, se espalhando pelo mundo todo. E foi com este espírito solidário que Alfredo Paoletti iniciou a trajetória, das mais belas, deste longevo e agora dourado Jundiaí Leste.

Ao folhear as páginas do livro de 50 anos, relembro a tremenda força e dedicação que os rotarianos somaram para construir uma das mais exemplares entidades de nossa cidade, o Instituto Jundiaiense da Visão Luiz Braille.

O pedido da professora Francisca Lara Camargo, de Marino Mazzei e Rafaelle Ranalli encontrou o caminho dos corações de Antonio Finati Pacheco, Giovanni Dodi, Paulo Mongelli, Hissashi Torigoi... O sonho de uma nova sede se tornou realidade.

E não se parou por aí. Na presidência de Jose Carlos Lima, então governador do Distrito, vieram os primeiros consultórios do Ambulatório Oftalmológico. Hoje a missão Braille atende cerca de 5.500 pacientes, 300 cirurgias e 150 pessoas em Reabilitação Visual, tudo isso, por mês.

Não falta boa vontade e o ideal de bem servir ao prestar serviços voluntários às comunidades onde atuam profissionalmente, ajudando a promover a ética nos negócios e desenvolvendo projetos em diversas áreas, como saúde e educação.

Desde que foi criado, este Rotary segue os princípios básicos, desenvolvidos para que se atinja seu ideal de prestação de serviços e altos padrões de ética.

Olha os associados honorários: o membro fundador Flavio Buzanelli, as damas Luiza Soares e Silva e Maria José Vasconcellos Mongelli e o médico Valério Delamanha. Outra figura de destaque: Raul Mathion, o primeiro a ocupar o cargo de Governador do Distrito.

Contemplo cada fotografia. Vejo personagens que enriquecem não só o seu quadro associativo, mas que marcaram iluminada presença na sociedade jundiaiense: Tobias Muzaiel, Oswaldo Liberato, Edson Maltoni, Izauro Pena, Odair Bandeira, Antonio de Barros Leite Jr, a querida Toyomi Kamura. Lanço um amigo olhar ao decano Antonio Carlos Bizarro e ao grande Edgar de Jesus. Meio século de existência!

A vida do Jundiaí Leste é intensa e quem tem o privilégio desta convivência, faz a diferença na vida de nossa cidade.

Quero agradecer ao Claudio Garcia Gomes, amigo de todas as horas, e dedicar a coluna de hoje a esse Jundiaí Leste admirável, que em tempos tão tristes, indica um caminho a seguir na prestação de serviços comunitários.

Guaraci Alvarenga é advogado

Leia também:

Rotary Club de Jundiaí Leste festeja 50 anos com novo presidente

Rotary Club Leste ajuda a manter Instituto Luiz Braille

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“Frankenstein” brilha no palco do Sesc ao clamar por responsabilidade

Juliana Galdino dá show de interpretação em texto brilhante de Sérgio Roveri

Rita Marleen e Daisy Deichmann no Maxi Shopping

Terça tem The Old Ladies no happy hour, com uma viagem musical pelo mundo todo

Jundiaí chega a 400 óbitos e supera barreira de 12 mil contaminados

Vítima é homem de 74 anos que estava no São Vicente; são 429 pessoas internadas ou em isolamento domiciliar  

Dono de 60 álbuns, o genial Egberto Gismonti entre nós dia 20

Multi-instrumentista estará acompanhado do filho Alexandre no Teatro do Sesc
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.