Jundiaqui
Jundiaqui

Os dois Boeings 747

Jundiaqui
23 de julho de 2020
Por Wagner Ligabó

Manchete: “ Cai em solo brasileiro, num mesmo dia, dois Boeing 747! Morreram todos a bordo!”




Você já imaginou esta mesma terrível notícia todo dia, por vários dias seguidos? O que aconteceria?




A princípio pânico e preocupação, mas com o passar do tempo a notícia perderia impacto e, como sempre ocorre por aqui, cairia no lugar comum.


Torna-se normal. Se acostuma! Lembram de Mariana? Brumadinho? Foi assim. E o que é cair dois Boeings por dia???




De um bom tempo para cá o Coronavírus vem matando diariamente no Brasil o equivalente a lotação de dois Boeings 747 .


E o que se vê ante a desgraça? Falta de coesão nacional nas metas, indiferença e descaso de boa parte da população, muita desinformação, muitos curandeiros, muitos sábios de ocasião, muito descaso e muita política de interesses. É o famoso: faça o que eu digo! E são muitos antagônicos a regrar suas leis.




Quando se perde a essência tudo se perde. Que dias melhores então brotem de per si seguindo as regras da natureza. Voaremos mais alto.




Wagner Ligabó é médico cardiologista e vereador
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Dia da Maldade

Pelo chef Manuel Alves Filho

Eleições e o quociente eleitoral

Por Lucinha Andrade

Amigos abraçam Edu Cerioni (e as cervejas) em aniversário

Muita gente foi ao Bar Natura comemorar com o editor do JundiAqui

Coopercica reinaugura loja do Jardim Cica, mais bonita e funcional

Açougue ganha espaço nobre nesta que foi a primeira unidade da cooperativa que está em festa por seus 50 anos
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.