Jundiaqui
Jundiaqui

“Sentra” que o leão (não) é manso!

Jundiaqui
29 de julho de 2017
Por Vera Vaia

O Senado acaba de firmar contrato com uma locadora de veículos, para motorizar os 81 senadores, o secretário-geral da Mesa, o diretor-geral, e a segurança do presidente da casa, Eunício Oliveira, fechando assim, um pacote de 85 veículos alugados.

São 83 Nissan Sentra, ao custo de 3.200 reais/mês por unidade e mais dois Hyundai Azera, por módicos 6.800 reais cada. Todos zerinho da silva teles!

Isso vai custar aos cofres públicos, quase 10 milhões de reais ao final do contrato de 30 meses.

Considerando que um senador não guia (quase nem mesmo os destinos do país), podemos acrescentar a esse valor, os 5 mil de salário que cada motorista recebe em média. Aí esse carro passa a custar mais de 8 mil por mês.

Se a gente começar a fazer as contas sobre esses gastos, mais o que ganha de salário um senador, mais a porrada de benefícios que ele tem, vamos acabar com o problema da seca nos reservatórios de água do país, de tanta lágrima que vamos derramar.

Já choramos litros quando temos de pagar 27,5% de imposto de renda (aliás, devia ser chamado de imposto de rendinha, esse o do mortal comum), choramos nas filas de empregos, choramos nos supermercados, choramos nos açougues, e agora estamos chorando de soluçar, diante das bombas de gasolina.

Na hora de abastecer, além de chorar, a gente "garra reiva" desse governo que vê como única saída, o aumento do imposto sobre os combustíveis, pra tapar seus buracos.

E os nossos, como ficam?

Nesse momento, não dá para separar uma parte da outra. Tanto gasto lá, e tanto arrocho cá!

Mas como está na Constituição que eles têm direito a todas essas regalias, não temos como espernear. Mas podemos nos revoltar. É de direito!

E nos revoltamos mais ainda quando o presidente vem a público, dizer que a medida era necessária e que a população iria "entender" o motivo do aumento.

Como é que se entende um aumento que vai gerar um monte de aumentos? (Menos o do salário, claro)!

O governo deve achar que aquele bordão da personagem vivida por Kate Lyra, nos programas humorísticos, Planeta dos Homens e a Praça da Alegria, era pra valer: "brasileiro é tããão bonzinho"!

Vera Vaia é jornalista
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Na luta pelo basquete divino de Jundiaí

Por Luis Cláudio Tarallo

O europeu termina de formar nossos craques

Por Marcel Capretz

Gestor de Cultura em palco de São Paulo aos sábados e domingos

Marcelo Peroni está em cartaz no Teatro Alfa com a peça “É Tudo Família”

Hotéis sofrem com vírus; ibis JundiaíShopping fica fechado abril e talvez maio

São 180 quartos desocupados e mais de cinquenta funcionários afastados
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.