Jundiaqui
Jundiaqui

a vida gosta de caminhada longa

Jundiaqui
21 de janeiro de 2018
Por José Renato Forner



é que o pote de ouro não está no final do arco íris. não, não está. a travessia é de poucas cores. atravessamos por pedras, caminhos de lixo e, sim, por vezes, estradas mais coloridas.

o pote de ouro não é o que você quer no momento. o pote de ouro é além. o pote de ouro é reposta da vida para o seu caminhar. e a vida não tem pressa. a vida não tem tempo, ou o tempo dela é outro.

a tua neurose, tua pequena necessidade, o valor que você acha que tem, não interessa para a vida. a vida gosta de insistência, a vida gosta de caminhada longa.

e o pote de ouro é destino. e o destino é moldado passo a passo. a cada micro segundo uma bifurcação e uma escolha a ser feita.

José Renato Forner é ator e poeta
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Estação Central de Trem é invadida

Espaço abandonado sob o viaduto da Torres Neves serve de abrigo para moradores de rua

Leões da Hortolândia leva o bi das escolas de samba

Com 89,25 dos 90 pontos possíveis, é a vencedora do Carnaval de Jundiaí

Dú Roveri: sangue bom que foi embora cedo demais

Jundiaiense agora dá nome a Unidade de Aféreses do Hemocentro da Unicamp

Circolo Italiano fecha convênio com Faculdade de Malta

Scappini diz que são vários cursos de especialização e com direcionamento ao mercado de trabalho europeu
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.