Jundiaqui
Jundiaqui

DIA DA MALDADE

Jundiaqui
23 de março de 2018
Pelo chef Manuel Alves Filho 

Hoje é Sexta-Feira. Dia da Maldade. Dia de iniciar os trabalhos com bolinho de bacalhau. Dia de dar vazão ao ser lúdico que habita em você e brincar com bolinhas... de cerveja. Ou de espumante.

Dia de abrir o sorriso, os braços e o paladar. Dia de deixar de contar calorias e computar prazeres e afetos.

Dia de ir ao seu boteco ou restaurante predileto e pedir “o de sempre”. Dia, enfim, de colocar em prática o provérbio segundo o qual o que contamina o homem não é aquilo que entra, mas o que sai da sua boca.

Foto: Luis Paulo Silva

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Um giro fotográfico pelas comemorações do Dia da Consciência Negra

Vera Gonçalves traz a marcha pelas ruas do Centro e outras ações no Complexo Fepasa

Quando 100 reais valem mais…

Por Wagner Ligabó

Jundiaí é 8ª cidade mais pacífica do Brasil

Atlas da Violência destaca positivamente cidades do Sul e do Sudeste. Mais violentas estão no Norte

Com as belas Uvinhas

JundiAqui traz fotos da noite de escolha da Rainha da Festa da Uva 2019
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.