Jundiaqui
Jundiaqui

Rudá Franco, formado nas piscinas do CJ, disputa Pan de Lima

Jundiaqui
3 de agosto de 2019
Jogador é esperança do Brasil de ganhar medalha e vaga para os Jogos Olímpicos 2020

Aos 33 anos, Rudá Franco dá toque de experiência para a seleção brasileira de polo aquático na disputa dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no qual o time estreia neste domingo (4).

Depois de passar seis meses na Grécia, defendendo o N.O. Chios, Rudá voltou para o Sesi-SP e é esperança de gols para o Brasil na luta por medalhas e, mais importante, por vaga nos Jogos Olímpicos de 2020.

Nascido em Bauru, veio para cá ainda criança e descobriu o polo com o saudoso Ernesto Staeheli Neto no Clube Jundiaiense. Daqui foi ao time do Sesi-SP, depois para a Espanha, onde defendeu longos anos os times do Club Deportivo Waterpolo Turia (Valência) e Waterpolo Navarra. Pela seleção faz seu terceiro Pan, tendo sido medalha de bronze em 2011. Jogou também a Olimpíada de 2016 no Rio.O torneio de polo aquático dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 será classificatório para a Olimpíada de Tóquio. Os jogos acontecem entre os dias 4 e 10 de agosto com oito equipes: Argentina, Brasil, Canadá, Cuba, Estados Unidos, México, Peru e Porto Rico.

Fotos: Divulgação/COB
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Jundiaí pelo olhar de Regina Kalman em exposição no Gabinete

Mostra de foto celebra os 362 anos da cidade. Abertura é nesta noite de quinta

Movimento Trans

Por Kelly Galbieri

Toda mulher é bonita

Cláudia Bergamasco conta sobre o presente que ganhou ao se tornar modelo de maquiagem

Rodrigo Tangerino lança seu primeiro longa em Jundiaí

“Transitório entre o Velho e o Novo” é experimentação da linguagem da imagem em movimento
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.