Jundiaqui
Jundiaqui

Jundiaí tem o maior ‘guarda-roupas’ do Brasil

Jundiaqui
17 de outubro de 2017
Dafiti lidera o e-commerce de moda do país e mantém aqui seu centro de distribuição

A Dafiti se firmou como a gigante da venda de moda online e com distribuição a partir de Jundiaí. Tem de babador que custa R$ 16,90 e até bermudas que passam dos mil reais.

Tem peças nas categorias feminino, masculino, infantil, casa, esportes, inspiração, outlet... O que você procura? Provavelmente vá encontrar no site da Dafiti, que ainda oferece uma ferramenta muito legal que permite que se teste virtualmente os produtos antes de comprá-los.

O "provador" tem um caráter lúdico, mas a realidade virtual influencia positivamente as decisões de compra. Sim, dá para se ver com um sapato, aquela bolsa, curtir ou não a roupa e assim por diante. A exceção é sentir o cheiro do perfume que o site também vende. Mas do jeito que a tecnologia avança nessa área que movimenta milhões, que ninguém ignore essa possibilidade em algum dia não muito distante...



Inicialmente um e-commerce de sapatos, logo a Dafiti passou a vender também roupas, acessórios e produtos de beleza, além de criar uma loja exclusiva para artigos esportivos e outra para o mercado de luxo. Entre as marcas mais buscadas, destaque para Calvin Klein Jeans, Cavalera, Colcci, Dumond, Ellus, Forum, M. Officer, Nike e Vans, para ficar somente em alguns exemplos, afinal traz opções de "A" até "V"- produtos que começam com w, x, y e z ainda não foram lançados ali.

Um diferencial da Dafiti é a aposta em inserir todos os funcionários no contexto do mundo fashion - com descontos nas compras e até direito a desfile interno, isso no escritório na Barra Funda, em São Paulo, com seus sete andares, e também aqui em Jundiaí, onde o centro de distribuição ocupa uma área de 38 mil metros quadrados e pode armazenar 10 milhões de produtos.

Segundo o site "Exame.com", a Dafiti trabalha com 100 mil tipos de itens diferentes e todos são checados e cadastrados por meio de um sistema de código de barras. Depois, uma amostra dos itens é encaminhada para os estúdios, onde são fotografados para o site - são 15 estúdios de fotografia no Centro de Distribuição da Dafiti e cerca de 1.000 itens ficam disponíveis no site de compras por dia. Luísa Melo, da "Exame.com", conta que a Dafiti trabalha com 20 transportadoras.

Assim, enquanto a economia brasileira segue instável, as vendas online mostram crescimento, muito por conta da Dafiti e de sua maior concorrente, a Netshoes - em setembro circularam rumores de que esta estaria tentando comprar a rival. Vêm novidades por aí?

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Jundiaiense Bianca Bin vai pular para horário nobre

Atriz foi escalada para a novela de Walcir Carrasco que irá substituir “A Força do Querer” na TV Globo

Alceu Valença vem com ginásio lotado no Sesc nesta sexta

No Facebook, muita gente ainda tenta comprar de outro fã algum ingresso…

Missa marca comemoração do Jubileu de Ouro da Sobam

Celebrada pelo bispo Dom Vicente, reuniu os 4 diretores e seus familiares, além de funcionários e segurados do grupo

“Mostra Delas”: existir, resistir e transpor a barreira da invisibilidade

14 artistas plásticas e fotógrafas expõem as múltiplas identidades da mulher e suas formas de criar
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.