Jundiaqui
Jundiaqui

Quadro de 1873 da 1ª Baronesa de Jundiahy está à venda por R$ 9,7 mil

Jundiaqui
4 de setembro de 2019
Retrato foi um presente do Imperador Dom Pedro II para a família Queiroz Teles

Um vendedor de Campinas oferece na internet um quadro de Ana Leduína Morais Jordão, a primeira Baronesa de Jundiahy, nascida em 6 de julho de 1798 e falecida em 21 de dezembro de 1877. O retrato é de Karl Ernst Papf. O valor pedido é de R$ 9,7 mil - divididos em até 12 vezes no cartão.

O quadro é um óleo sobre tela e mede 75x90 cm, datado de 1873. Mostra dona Ana sem sorrir aos 75 anos, com cabelo branco coberto por um chapéu negro, assim como a roupa, com o branco da gola rendada apenas. Ela usa um broche. Foi feito com base em uma foto.

O vendedor diz que o retrato foi um presente de Dom Pedro II para Antônio de Queirós Teles, o Barão de Jundiahy (ainda era escrito com "h" e "y"), esposo de Ana Leduína.

Foi o imperador quem deu o título de barão a Antônio de Queirós Teles, que o abrigou em sua casa onde hoje funciona o Museu Histórico e Cultural de Jundiaí - Solar do Barão.

O alemão Karl Ernst Papf ou Ernesto Papf foi um fotógrafo, pintor e desenhista que se transferiu para o Brasil em 1867. Fez inúmeras foto-pinturas, gênero bastante comum no século 19.

Vale lembrar que existiu a segunda Baronesa de Jundiahy, Ana Joaquina do Prado Fonseca (*1821 +1906), filha do barão e de Ana Leduína.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Tom Zé, enfim, traz suas “Canções Eróticas de Ninar”

Às vésperas de fazer 82 anos, ele vem ao Sesc com suas mais tenras memórias sobre a descoberta do sexo

DES.COBERTOS

Rios e córregos viram espetáculo visual em Jundiaí, com visitação gratuita no Sesc

O mel vai acabar

Por José Renato Nalini

A doce orgia de Arthur

Por Cláudia Bergamasco
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.