Jundiaqui
Jundiaqui

Mais Médicos, menos médicos

Jundiaqui
22 de novembro de 2018
Pelo Dr. Didi

Diante da polêmica dos últimos dias com o encerramento do "Mais Médicos Cubanos", ficando escancarado como funcionava, surgem novas estratégias para aplacar o "esquema" de prefeitos que não precisavam contratar médicos para os seus redutos.

"Dr" Gilberto Ochi, ex-Caixa, Ministro da Saúde, determina a toque de caixa a abertura de vagas para "Mais Médicos Não Cubanos".

Tudo de comum acordo, numa estranha e improvável simbiose Temer-Bolsonaro.

Tudo bem, em nome de uma transição pacífica não muito frequente no Brasil.

Que não faça parte de acordos para livrar o "Temerário" das barras da lei.

Surgem, agora, "Médicos de Segunda Classe" para pacientes de segunda classe.

Os com registro nos Conselhos Regionais-CRM atendem pacientes "X". Os sem registro atendem pacientes "Y". É assim?

Quero dizer, serão aceitos médicos brasileiros que atravessaram a fronteira e voltam para atender sem registro legal, formados em linhas de produção sem controle de qualidade.

Por aqui já são 300 faculdades de medicina, a grande maioria, tipo pagou-passou, colocando jovens inseguros na difícil missão de lidar com a vida.

Quando me vi médico há 41 anos, logo senti que não me encontrava preparado. Encarei três fantásticos anos de Residência Médica e ainda hoje sinto a necessidade diária de aprimoramento.

Não adianta colocar o "garoto" com estetoscópio no pescoço sem a presença de um preceptor que saiba transmitir conhecimentos que só a experiência traz. Sem uma retaguarda de enfermagem, hospitalar e laboratorial.

Luiz Henrique Mandetta é um consenso da clase médica. Ouvi dele que no futuro teremos mais médicos que enfermeiros, invertendo a lógica.

Nem foi empossado e já está sendo fritado e possivelmente não vai emplacar.

Se faz necessário uma nova ordem na SAÚDE.

Mais vagas de Residência Médica com a carreira do preceptor.

Fiscalização intensa na formação profissional.

Criação da carreira de médico no serviço público.

Mais médicos MÉDICOS.

Até!

Diógenes Augusto Archanjo da Silva, o Dr. Didi, é médico

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Despacito, por favor

Por José Arnaldo de Oliveira

Maxi Shopping em temporada de “Shows de Natal”

Senhor do Tempo, Rainha dos Sonhos, Tempinha, Magia dos Sonhos e Tempo de Notas encantam público

Nathalia Timberg volta a Jundiaí com recortes da vida de Chopin

Ingressos têm vendas a partir desta terça-feira. Atriz também terá bate-papo com os fãs

Com o Bloco da Ponte Torta faça chuva ou faça sol

Troca do Vianelo pelo Centro levou mais foliões ainda para o Carnaval deste sábado
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.