Jundiaqui
Jundiaqui

Eles sabem que são diferentes como Freddie Mercury e vão à luta pela arte

Jundiaqui
17 de dezembro de 2019
Assistidos da Bem-Te-Vi que têm Síndrome de Down se apresentam em festival de dança com o espetáculo "Queen"

Edu Cerioni

"Love of my life" e uma retrospectiva no telão dos últimos mais de dez anos de apresentações, inclusive no "Programa da Xuxa", na TV Globo, abriu o Festival de Dança Bem-Te-Vi 2019, na noite desta segunda-feira (16).

Logo de cara o público que lotou a plateia do teatro se emocionou ao ver a passagem de crianças que se transformaram em adultos e se mantêm firmes no sonho de artistas. E essa emoção seguiu por uma hora e quinze, entre interessantes passagens exibidas em telão de Freddie Mercury e companheiros, que eram intercaladas com as coreografias apresentadas por Alexsander S. Oliveira, o intérprete de Freddie, e seus colegas de instituição. As danças foram criadas e ensaiadas por Carlinhos Faustini durante este ano no Centro de Atendimento à Síndrome de Down de Jundiaí.

O público aplaudiu e até fez aquecimento vocal, quando foi convidado a embalar junto com um vídeo de Freddie naquele famoso "ierê iereirê ireeeeeeeiê" em estádio de Londres, e cantou como se estivesse no Rock in Rio, em 1985. Mas o que mexeu com todos mesmo foram as apresentações.

Todas tocantes, em que o pessoal que tem entre 23 e 36 anos de idade, com diferentes graus de limitações intelectual e física, mostrou uma garra incomum para dar show.

Todos usaram sapatos e roupas pretas com brilhantes na frente da camiseta. Em três momentos, Alex apareceu com outro figurino, entre eles um com capa e coroa de rei, no auge da noite. Antes, ele interpretou Freddie no teclado para um solo da bailarina Camilinha Tamara Roselen.

Um outro momento especial foi quando cada um deu seu show particular em um pot-pourri de canções da banda.

Além de Alex e Camilinha, participaram Ana Luiza Essumi Altieri, Camila Fernanda Oda, Caroline Freitas Alcaino, César Augusto F. Ceolin Martins, Estéfani Moraes Longo, Fábio Marquesin Toresin, Felipe Nogueira Michelon, Janaína A. Guedes dos Santos, Jéssica Maltauro Marcondes Dias, Larissa Maria Trivelato, Larissa Vitória Alves Torres, Leonardo Amantea, Michele Furlan, Nadieja Fernanda de Freitas, Rodrigo Samogin da Silva e Thaís Nunciaroni Cergol, todos participantes também do projeto Bem-Te-Foto, tocado por voluntários. Outros que dançaram foram Alana e Dudu.

Eu que vi o Queen no Morumbi nos anos 80, assisti ao filme sobre a banda duas vezes, garanto que foi o momento mais emocionante que vivi ao som desses ingleses arretados. Veja fotos:

NOS BASTIDORES



COM O PÚBLICO



Fotos: Edu Cerioni e Thayná Aparecida Bufalari/Bem-Te-Foto
Jundiaqui
Você vai
gostar de

ibis JundiaíShopping: um hotel de grandes novidades

Agora tem pizzaria com opção diária a R$ 19, o café da manhã é feito com ‘buffet invertido’ e o bar funciona 24h

2017, ano de conquistas

Elton Monteiro escreve sobre a experiência como presidente da ACE 

Natureza sinuosa

Por Valquíria Malagoli

JundiAqui fecha mês de aniversário com Halloween no Koh Samui

É na terça-feira, noite do dia 31, com gostosuras no cardápio, DJ, muita fantasia e travessuras
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.