Jundiaqui
Jundiaqui

Inos Corradin é um brinde à criatividade

Jundiaqui
8 de dezembro de 2017
Artista que faz parte do Amigo Secreto do JundiAqui ganha homenagem da FMJ

Edu Cerioni

Inos Corradin, nosso italianíssimo pintor e escultor, tem a arte correndo nas veias. Técnica, ele diz, se aprende, mas para ser artista de verdade é preciso mais. Colecionador de prêmios e com exposições mundo afora, sua genialidade é incontestável.



Um dos 15 artistas que participam do projeto solidário Amigo Secreto do JundiAqui, com obras à venda e dinheiro revertido integralmente para 15 instituições de caridade (confira), Inos ganha neste sábado (9) uma justa homenagem da Faculdade de Medicina de Jundiaí, a FMJ.

Ele vai logo avisando que arte não é matemática, portanto não se prenda a detalhes de quantos trabalhos fez ou tem planos para realizar, nem o número de exposições e prêmios que acumula. Para Inos Coradin o que conta mesmo é o momento, a inspiração que lhe foi dada como um dom divino. E ele não perde um diz sequer para soltar sua criatividade.

Em seu ateliê, na Chácara Urbana, o colorido salta aos olhos. Para onde o visitante deixar a curiosidade ir, lá estará um pouco de Inos, mesmo nas paredes diretamente ou no chão. Com tinta até pelo corpo, esse italiano que escolheu o Brasil como porto-seguro e ancorou em Jundiaí há décadas, está constantemente em busca de novas explorações artísticas.



É inquieto, torce o nariz aos críticos que tentam julgar seu trabalho e acima de tudo é generoso com os amigos. Presenteia sem dó e se orgulha de saber que todos exibem os ‘troféus’ e só fazem crescer sua fama de símbolo da arte jundiaiense. Ele só não aprova os falsificadores que tentam imitá-lo, até na assinatura – não à toa fazem isso, afinal um trabalho original do mestre tem grande valor de mercado aqui e fora do país.

Com sotaque ainda carregado, entre uma pincelada e outra ele costuma contar histórias. E elas se sucedem em sua vida na mesma velocidade que cria novos trabalhos. Todo esse sucesso o levou a conhecer o mundo, ser respeitado e sinônimo de um estilo livre, leve e solto de criar.



Inos conta que hoje seu único vício é de fazer a boa arte. E nela há uma ligação muito forte com o universo feminino, que permeia a maior parte de sua obra de sensualidade. Mas não é só a mulher que o inspira, mas a natureza de uma forma em geral – com destaque aos gatos. Sua arte é forma, é conteúdo.



Nascido em Vogogna, Itália, em 1929, veio para Salvador, na Bahia, e depois Jundiaí. Em sua terra natal, colaborou com o pintor Pendin na execução de um mural alusivo aos mártires da resistência italiana, em Castelbaldo, Padova. Voltou para lá muitas vezes, para mostra individuais, coletivas e homenagens que vão acontecendo uma atrás da outra.

Em 1952, ganhou o prêmio no II Salão Paulista de Arte Moderna, São Paulo. Em 1975 recebeu o Prêmio Internacional Paris Sud, Paris – França e em 1979 levou o Prêmio Quadrivio de Pintura, Itália. Já expôs em países da América do Sul e do Norte, do Oriente Médio e da Europa e Ásia.

Este ano, Inos foi tema da Escola de Samba X9 Paulista, que brilhou no sambódromo da Capital e subiu de volta ao grupo de elite para o Carnaval de 2018.

Ele tem obras em exposição permanente na Pinacoteca Municipal - as mesmas que enfeitaram o velório durante décadas.

Acima, a obra que doou ao Amigo Secreto do JundiAqui e que está à venda no Casa Cica Bar e Cozinha.

HOMENAGEM

A FMJ promove Sessão Solene Festiva neste sábado (9), quando os alunos da 5ª turma de Mestrado Acadêmico receberão a outorga do título de mestre. A partir das 10 horas tem início as homenagens. Inos ganha como artista plástico referência de Jundiaí.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Talharim e anéis de lula grelhados em creme de feijão branco

Por Paulo de Luna

Clube da Lady é pura alegria em meio a pizzas solidárias

As ladies comemoram mais uma promoção de sucesso, que espalhou delícias pela cidade e vai gerar boas ações

O dia em que a Baronesa de Jundiahy libertou seus escravos

Por Vivaldo José Breternitz

Com furinhos

Pelo chef Manuel Alves Filho
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.