Jundiaqui
Jundiaqui

Comerciantes vão até a PM para que Carnaval 2019 deixe o Centro

Jundiaqui
21 de fevereiro de 2018
ACE, CDL e Sincomércio levam suas reivindicações ao tenente-coronel Henrique Neto


Uma reunião no 11º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), comandada pelo tenente-coronel Henrique Neto, marcou nesta quarta-feira (21) o início do planejamento do Carnaval 2019 de Jundiaí.

Esse começo foi com a PM, o pessoal da Cultura e representantes de ACE, CDL e Sincomércio. Ficou acertado que as entidades vão ser ouvidas antes que se defina as ações para a folia de momo no ano que vem. Se assim for, não querem mais tantos desfiles de blocos pelo Centro.

“Este ano fizemos um Carnaval que funcionou bem porque não houve ocorrência de maior gravidade, mas cometemos um erro, que não foi premeditado: não trouxemos as entidades que cuidam da área do comércio para trabalhar conosco. Não cometeremos este erro novamente”, prometeu o PM.

“O planejamento antecipado, independente do local a ser realizado o Carnaval, será importante para evitarmos prejuízos para o comércio da cidade", disse o presidente da ACE, Elton Monteiro.

As entidades apontaram prejuízos para seus associados com os desfiles de cinco blocos pelas ruas Barão de Jundiaí e Rosário e vetaram o lugar para que o Órfãos do Fígado saísse sábado (17), fechando o Carnaval - foi deslocado para a avenida União dos Ferroviários.

Este ano, além do tradicional Refogado do Sandi no dia 9,  que fez no Centro seu 24º desfile seguido, também tiveram que usar o mesmo percurso fora de seus bairros, por decisão entre PM e Prefeitura de Jundiaí, o Ponte Torta dia 10, o Bloco do Loki dia 11, o Super Poderosas e o Continuamos na Nossa, ambos dia 12.

Representantes da Unidade de Gestão de Cultura sugeriram uma nova reunião para o mês de maio, em data ainda a ser definida. Desta vez com a direção de blocos e escolas junto?

Leia também: EDITORIAL – Em 2019 tem Carnaval e o jundiaiense exige mais respeito
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Até dia 30 tem inscrições para 2021 nas escolas municipais

É para os que estão fora da rede pública e buscam G4 e G5 da Educação Infantil ou Ensino Fundamental

Jundiaí tem garantido só metade dos uniformes escolares

Por conta de ação judicial, Prefeitura começou a distribuição apenas de cerca de 16 mil dos 31 mil kits aos alunos

6% dos ‘recuperados’ de Jundiaí estiveram internados; 94% são sem sintomas

De 3.920 positivos em testes, cidade tem agora 535 casos ativos, um aumento de 71 em vinte e quatro horas

Um giro pela Feira de Noivas

Até domingo, mais de 100 expositores estão esperando por quem sonha em casar no Maxi Shopping, com ofertas de ‘A’ a ‘Z’
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.