Jundiaqui
Jundiaqui

Mariana Godoy chama live de Bolsonaro de “bizarra” e Record reage

Jundiaqui
3 de agosto de 2021
Apresentadora que viveu anos em Jundiaí comanda o "Fala Brasil"

A Rede Record aperta o cerco aos jornalistas em nome de sua boa convivência com o governo de Jair Bolsonaro. A emissora do bispo Edir Macedo comunicou a todos os seus jornalistas de que eles etão proibidos de opinar sobre notícias, exceção aos comentaristas pagos para esse fim. A determinação é uma resposta ao caso envolvendo a âncora do programa "Fala Brasil", Mariana Godoy. Na última sexta-feira (30), a jornalista chamou a live de Bolsonaro de "bizarra".

Na transmissão, realizada na quinta (29), Bolsonaro defendia a volta do voto impresso. No dia seguinte, as cenas foram transmitidas pelo "Fala Brasil". "O presidente Jair Bolsonaro insistiu, durante uma live bizarra, que a urna eletrônica facilita fraudes nas eleições", disse Godoy, que já é acostumada a soltar comentários em notícias. Durante a transmissão ao vivo, Bolsonaro também criticou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Barroso, que contrário a proposta de um voto impresso.

Apesar da fala sutil, a opinião foi notada pelo assessor da Presidência, Max Guilherme, que se manifestou nas redes sociais. Ele criticou a postura de Godoy e disse que "bizarra" era ela.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Banda São João Batista é show com nossos hinos

Instrumentistas se apresentam sob a batuta do maestro Jássen Feliciano

Centro em temporada de Natal

Natal Encantado da ACE é atração na Praça Governador Pedro de Toledo

“O Trenzinho do Caipira” fecha ano da Orquestra Municipal

Concerto no Teatro Polytheama é gratuito neste sábado à noite

Crianças de 8 anos vão receber educação financeira

Projeto é parceria da Prefeitura de Jundiaí com o Bradesco e começa com 4 mil alunos 
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.