Jundiaqui
Jundiaqui

Improvisação da quarentena

Jundiaqui
4 de abril de 2020
Pelo chef Manuel Alves Filho

A culinária brasileira, além de ser muito saborosa, diversa e saudável, também é divertida. Um exemplo disso é o nome de alguns pratos, que parecem ter sido cozidos no caldo da galhofa e temperados com uma pitada de pilhéria. São os casos de Cueca Virada, Mané Pelado, Vaca Atolada, Farrapo Velho, Sopa de Mulher Parida, Bicho-de-pé etc.

Hoje, a dica de receita segue na linha do bom humor, recurso que ajuda a enfrentar tempos difíceis como o atual. Que a nossa quarentena tenha ao menos prazeres sensoriais e sorrisos.


A sugestão é o Feijão com Tranqueira. Comida saborosa, substanciosa e que oferece a vantagem de utilizarmos os ingredientes que temos à mão (as tranqueiras). No meu caso, servi esta delícia na companhia de arroz branco e farinha de mandioca. Ah, claro: também inseri o refrigerante na composição, porque nunca é demais colocar Jesus na causa, não é mesmo? Agora, vamos ao que interessa.

Você vai precisar de meio quilo de feijão da sua preferência (eu usei o carioquinha) e uns 800 gramas de carnes e embutidos (eu tinha linguiça calabresa, bacon, lombo salgado e carne seca), uma cebola picada, quatro dentes de alho picados, uma folha de louro, 3 colheres (sopa) de óleo, sal a gosto e pimenta dedo-de-moça a gosto.

Primeiro, se as carnes forem salgadas, coloque-as de molho de um dia para outro, na geladeira. Troque a água duas vezes. Pique os ingredientes em pedaços médios.

Lave o feijão (não precisa colocar de molho) e coloque para cozinhar em panela de pressão junto com as carnes, os embutidos e a folha de louro. Isso deve levar uns 45 minutos. Em uma frigideira, doure no óleo o alho e a cebola. Adicione o refogado ao feijão e deixe cozinhar (sem pressão) por uns dez minutos. O feijão deve ficar com um caldo bem grosso.

No memento se servir, salpique a pimenta dedo-de-moça sobre o prato.

Ah, você é vegetariano ou vegano? Simples, substitua as proteínas animais por batata, abóbora cabotiá e nabo. Apenas tome o cuidado de adicionar os vegetais ao feijão quando este estiver quase cozido.

Saúde e ótimo apetite!

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Cinco ponto quatro

Numa manhã de sábado, a menina entrou na idade do lusco-fusco, na idade do outono, conta Cláudia Bergamasco

Copa do Mundo: até o menino Maluquinho faz golaço no Maxi

Shopping vai divertir a criançada com gol de letra, futebol de dedo..

Aniversário de Altevir Cecatto é dos mais concorridos

Presidente do Estrela da Ponte escolhe o Natura Lanchonete para reunir os amigos e curtir muito

A importância da interpretação

Pelo chef Manuel Alves Filho
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.