Jundiaqui
Jundiaqui

4 de 13 candidatos nunca concorreram a nada; um disputa pela 11ª vez

Jundiaqui
5 de outubro de 2020
Quatro já tiveram pelo menos uma eleição vitoriosa, enquanto cinco seguem tentando algum cargo

A disputa para prefeito(a) em 15 de novembro é dividida em três grupos: um tem quatro candidatos que já venceram eleição ou eleições, outro soma cinco nomes sem histórico vitorioso nas urnas e o último tem quatro estreantes - estes, vão encarar até quem vai para o 9º ou mesmo o 11º pleito da carreira política...

GRUPO 1

Os que já concorreram e venceram são o atual prefeito Luiz Fernando Machado, que busca a reeleição agora por uma coligação de 11 partidos diferentes. Foi vereador, vice-prefeito, deputado federal e estadual. Vai para sua oitava eleição desde 2004 - foram sete disputas de dois em dois anos e a última há 4 anos.

Também vencedor para deputado estadual e prefeito uma vez cada, Pedro Bigardi é o veterano da briga eleitoral, embora com 60 anos não seja o mais velho. Vai em busca de votos pela 11ª vez, sendo a sétima de olho na vaga para prefeito. Concorre sempre desde 1996.

Já o Dr. Pacheco, 67 anos, tenta vencer a nona eleição em que concorre. Foi feliz uma vez para vereador e outra como vice do próprio Luiz.

Completa o grupo o professor Rafael Purgato, em sua quinta disputa. Venceu para vereador uma vez, em 2012, e ainda assim eleito pela média.

GRUPO 2

A corrida eleitoral tem cinco nomes que já disputaram eleições e não foram eleitos, alguns chegaram a suplentes. São eles: Edimarco Silva (quinta disputa), Edney Duarte Jr. (segunda vez), Fábio Marcussi (segunda vez), Márcia Pará (terceira vez) e Marcus Dantas (segunda vez).

GRUPO 3

Os que estreia na vida de político com nome na urna são o sociólogo Alexandre Nicola, a professora de ensino fundamental Cíntia Vanessa Gomes, a arquiteta Daniela da Camara, que já foi secretária de Planejamento e Meio Ambiente, e o publicitário Silas Alves Feitosa.

Foto mais ao alto: Bigardi e Luiz em 2012

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Singer e Vigorelli ajudaram a costurar a história de Jundiaí

Por Vivaldo José Breternitz

Um papo com Gianlucca, que estreia segunda na nova novela da Globo

O jundiaiense de 10 anos vai fazer o papel de Tomas em “Amor de Mãe”

Eleições em novas datas: 15 e 29 de novembro

Câmara aprova proposta que adia pleito municipal por causa da pandemia da Covid-19

O plantador de sagu

Por Thaty Marcondes
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.