Jundiaqui
Jundiaqui

Lívia Zuccaro, repórter de Jundiaí do “Brasil Urgente”, fala em tristeza coletiva

Jundiaqui
30 de março de 2020
"Será que semana que vem eu vou poder ver a minha vó que to morrendo de saudade?"

Quem a vê no noticiário sempre firme e segura, pode não imaginar o quanto a jornalista Lívia Zuccaro, repórter da TV Band, que aparece todos os dias no programa de José Luiz Datena, o "Brasil Urgente", sofre por conta das dúvidas que a pandemia do coronavírus traz.

Em suas redes sociais, ela dividiu as angústias e que sente falta de coisas mais básicas, como ver os seus parentes mais velhos: “Eu nunca imaginei que pudesse reportar sobre esses dias que estamos vivendo. Nos sentimos frágeis, sozinhos, assistindo e falando sobre um colapso mundial e nos perguntando: como será amanhã? Será que semana que vem eu vou poder ver a minha vó que to morrendo de saudade? Quando será que vou conseguir dar um abraço de novo no meu pai e enche-lo de beijos?”.

A repórter revelou que todos ao seu redor estão triste: “É um tempo de tristeza coletiva. Aonde é difícil enxergar, no meio do caos, um futuro lindo, como sempre desenhamos pra nós. Parece que tá tudo cinza não é mesmo? Na minha crença, precisamos além do coronavirus, combater pensamentos. Combater energias do caos que nos cercam. Eu ouço muito sobre o vírus, mas ouço pouco nos últimos dias sobre Deus. E como Jesus, combateria o caos? Com fé”.

Lívia foi contratada para o programa "Tá na Tela", com Luiz Bacci, antes de fazer o "Brasil Urgente". Também faz reportagens para o "Café com Jornal" e "Jornal da Band". Antes, trabalhou na Record, no "Cidade Alerta" de Marcelo Rezende. Começou a trabalhar em rádio aqui e deu aulas na Facamp, de Campo Limpo Paulista.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Kiko Zara: de Jundiaí para a bateria do RPM

Nesta sexta-feira, em Valinhos, ele faz sua nona apresentação junto com Fernando Deluqui, Luiz Schiavon e Dioy Pallone

Café Pelé é dos holandeses, mas sairá todo de Jundiaí

Trata-se de uma produção anual de 20 mil toneladas que virá de Barueri para cá

Quer entender o jogo de Fernando Diniz?

Marcel Capretz analisa o trabalho desse treinador que fez história em Jundiaí

Leonardo Dolfini dá curso intensivo de retrato em aquarela

Aproveite as férias de julho para aprender mais sobre pintura com o artista jundiaiense 
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.