Jundiaqui
Jundiaqui

DIA DA MULHER \ Jundiaiense volta a narrar jogo de futebol na TV

Jundiaqui
8 de março de 2018
Luciana Mariano fez história em 1990 como pioneira na TV Band



Uma jundiaiense que fez história na televisão e nos esportes, Luciana Mariano, a primeira mulher do Brasil a narrar um jogo de futebol ao vivo, repete a experiência neste Dia Internacional da Mulher. Está escalada para a partida entre RB Leipzig versus Zenit pelas oitavas de final da Liga Europa, na ESPN.



Luciana tem 24 anos de carreira e começou na Rádio Difusora de Jundiaí, como repórter esportiva, depois rodando por várias emissoras do país.

Ela foi casada com um dos maiores narradores de todos os tempos, Luciano do Valle, falecido em 2014. E foi Luciano quem lhe deu a chance de ser a primeira narradora brasileira, isso nos anos 1990, na TV Band.



Em seu Facebook, Luciana disse que foi muito bom o carinho recebido do pessoal da ESPN. Quem fará os comentários na partida desta quinta-feira (8), às 17 horas, é Paulo Calçade.

Nas ondas do rádio

Depois da Difusora, ela passou por Rádio Gazeta de São Paulo e entrou para a Rede Bandeirantes de Televisão, como apresentadora, repórter e locutora. Atuou ainda na GW Produções, como a presentadora do programa "Basketemania", do Sportv. Mudou-se para o Nordeste junto com Luciano do Valle e na TV Guararapes-Recife comandou o "Valle Tudo". Foi a mais jovem mulher a receber o título de Cidadã de Recife.

Fora dos esportes, apresentou o "Telejornal 2000" da Fundação Roberto Marinho. Na cidade, estudou na E.E.P.G. Professora Albertina Fortarel e no Senac.

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Palmeiras: primeira força?! Sério mesmo?!

Por Marcel Capretz

Uma Argentina além do Tango, por Carlos Saura

Hermanos estão em cartaz no Moviecom Arte deste final de semana

Quem foge da escola?

Por José Renato Nalini

“Pronto a Botar Fogo” é o que promete Mato Seco

Banda vem ao Sesc Jundiaí dentro das celebrações dos 15 anos de estrada 
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.