Jundiaqui
Jundiaqui

“Exposição de Presépios” leva arte, vida e emoção para dentro do Solar

Jundiaqui
20 de dezembro de 2019
JundiAqui te convida para um passeio pelas dependências do museu do Centro

Edu Cerioni

Essa alegria toda de Paulo Vicentini não é só pela foto do JundiAqui, mas por ver tanta gente, especialmente crianças, curtindo uma noite de Natal no Museu Histórico e Cultural de Jundiaí. O casarão Solar do Barão ficou lotado nesta quinta (19), por conta do teatro com o nascimento de Jesus Cristo e a tradicional "Exposição de Presépios".

Com um novo jeito de apresentar as obras, algumas de tamanho de um homem, Vicentini inovou e deu fôlego novo a essa ideia que rola na cidade desde o final dos anos 70.

A mostra reúne centenas de presépios e mini-presépios, é impossível contar. São mais de 50 expositores e colecionadores que espalharam peças por todo o museu. Tem representação em que José, Maria, Jesus e os Reis Magos são feitos inteiramente em papel banco e com explicação até em braille. Tem madeira, metal, linha, enfim nas mais diversas inspirações. Tem presépios dos Andes, africano e até em cima do tabuleiro de xadrez ou apoiado na cadeira de rodas. Tem um presépio em que todos os personagens estão cobertos de óleo, um protesto do artista Alex Roch por conta da poluição nas praias do Nordeste.

E no jardim do Solar impera o antigo Papai Noel da extinta Lojas Magalhães, que faz adultos voltarem no tempo. Perto dele, um presépio vivo, com atores, atrai os visitantes.

O Museu Histórico e Cultural da rua Barão de Jundiaí, 762, Centro, abre nesta sexta (20), sábado (21), domingo (22) e segunda (23). Fica fechado depois até a quinta-feira (26), às 10h. A mostra segue até 6 de janeiro de 2020, Dia de Reis.

Veja fotos:

Fotos: Edu Cerioni
Jundiaqui
Você vai
gostar de

“Contos Negreiros” vem ao Sesc com seu grito de alerta

Espetáculo-documentário traz a proposta de abordar a real condição atual do negro e da negra no Brasil

O ambiente de jogo em Itaquera salva o Corinthians

Por Marcel Capretz

Despedida de Duda Zilio ficou mesmo para o sábado

Corpo da Garota de Fibra vai ser enterrado no Cemitério do Desterro às 10h; velório no Centro é a partir das 19h desta sexta

Credi-Nino e Santa Terezinha: vizinhos da Rosário dão adeus juntos

Loja de móveis, que já vendeu até Lambretta, tinha 71 anos de atividades e a papelaria, 47 anos
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.