Jundiaqui
Jundiaqui

Histórias cruzadas

Jundiaqui
31 de dezembro de 2019
Há trinta anos, nascia Bianca Bin e morria Isabel Ribeiro, ambas com história nas novelas da Globo

1990

Nasce em Jundiaí a atriz "revolucionária" Bianca Bin. Fez "Malhação" na Rede Globo, passou por novelas como "Passione" e "Êta Mundo Bom!" e chegou a protagonista do horário nobre, novela das 9, em "O Outro Lado do Paraíso".

Depois de emplacar trabalhos seguidos, quis férias e recusou dois convites para voltar, com isso deixou de fazer parte do elenco fixo da emissora em 2019 - estreou o contrato temporário, nova realidade da TV para sua dramaturgia.

1990

Morre em Jundiaí Isabel Ribeiro (Frederica Isabel Iatti Ribeiro). Foi levada por Augusto Boal para o Teatro Arena nos anos 60 e entrou para a TV (anos 70) destacando-se primeiro em telenovelas da TV Tupi e depois na Rede Globo.

De todos os trabalhos que fez em TV, ela mesmo destacava como os mais importantes a Sonia de "Duas Vidas", novela de Janete Clair e a Consuelo de "Sinal de Alerta", escrita por Dias Gomes. Mas outro trabalho sensível de Isabel Ribeiro foi na novela "Sol de Verão", de Manoel Carlos.

No cinema ganhou vários prêmios como melhor atriz e trabalhou com consagrados diretores, como Cacá Diegues, Leon Hirszman e Arnaldo Jabor, entre outros. Seus maiores sucessos no cinema foram em "São Bernardo", "Os Condenados" e "Parceiros da Aventura".

Seus últimos papéis de destaque foram como a médica Gisela de "Feliz Ano Velho", adaptação dirigida por Roberto Gervitz para o romance de Marcelo Rubens Paiva, e o de uma solitária dona de casa no curta-metragem "A Voz da Felicidade", dirigido por Nelson Nadotti e adaptado de uma crônica de Luís Fernando Veríssimo.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Vem mais frio ainda, algo como 8ºC na madrugada do domingo

De acordo com meteorologistas, a queda de temperatura brusca pode ser “histórica”

Comprou abadá para o Carnaval de rua de Jundiaí? Pula pro Procon

Prefeitura diz que empresa engana foliões porque não é possível cobrar para uso do solo público

Festa Italiana: alegria compartilhada

Muita gente foi curtir o primeiro fim de semana de muito macarrão na Colônia, recebendo de pressente o TUTTO È FESTA

Quando vai chegar aqui?

Por José Renato Nalini
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.