Jundiaqui
Jundiaqui

Ode aos clássicos

Jundiaqui
10 de outubro de 2020
Por Manuel Alves Filho, o Chef Manu

Quando leio ou ouço alguém decretando que uma determinada receita é brega ou antiquada, penso sempre: em qual instituição esta pessoa obteve o certificado de dono absoluto da verdade? Posturas do tipo, acreditem, são pura estultícia. Coisa de quem ainda não entendeu a real dimensão da gastronomia. Vamos ao ponto. A comida é dividida em apenas dois tipos: a boa e a ruim. Assim, o contemporâneo pode ser péssimo e o antigo maravilhoso, e vice-versa.




A introdução é para falar deste bolo da foto, que cometi ontem. Trata-se de um Pão de Ló recheado com doce de leite e ameixa. Há quem possa dizer que é uma preparação datada. Afinal, esteve presente em muitos aniversários e casamentos do passado. Pessoalmente, acredito que seja um clássico. Portanto, imorredouro. Cá entre nós, nenhuma receita como esta, que traga boas lembranças e afague o paladar, merece ser desprestigiada. Ao contrário, deve ser reverenciada. A propósito, aceita um naco?

Jundiaqui
Você vai
gostar de

Catulo, a alma sertaneja

Por Renata Iacovino

Trem Expresso até Complexo Fepasa buscará apoio da Rumo

CPTM manda equipe técnica que aprova distância entre trilhos e plataforma

A evolução do jogo no Brasil

Em tempos de bola parada, Marcel Capretz alerta sobre estarmos na segunda divisão mundial

Odontologia: check-up digital é novidade em nome da prevenção

Detectar uma cárie no estágio inicial, localizada ainda em esmalte, por exemplo, evita muitas dores
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.