Jundiaqui
Jundiaqui

É preciso estar atento e forte. Não temos tempo a perder na luta contra o suicídio

Jundiaqui
31 de agosto de 2017
" A Epidemia Calada" é tema que sobe ao palco do Teatro Polytheama 

Saem os atores e entra em cena um psiquiatra para dar seu recado nesta quinta-feira (31), quando o Centro de Valorização da Vida (CVV) e outros parceiros promovem o 2º Encontro de Prevenção ao Suicídio – A Epidemia Calada.

Um alerta necessário em um Brasil no qual um suicídio é cometido a cada 45 minutos, segundo estatísticas do governo.

A partir das 18h30, o médico psiquiatra e pesquisador Fernando Fernandes comandará uma palestra. Ele é coordenador do Programa de Tratamento em Depressão e Transtornos do Humor do Instituto de Psiquiatria da USP.



Haverá depoimentos diversos também, entre eles de Maria Cristina De Stefano (foto mais ao alto), médica psiquiatra que perdeu o filho de 34 anos por suicídio. O jundiaiense Felipe optou pela morte em 2012 e desde então a mãe trabalha para que as pessoas percebem a gravidade dos sinais que um suicida vai dando e lutem para a preservação da vida.

 

Rua Barão de Jundiaí, 176, Centro.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Jundiaí entra na rota do Gaeco por suspeita de fraude em hospital de campanha em Mauá

Secretário de Saúde de Mauá também é investigado e atuou na gestão passada aqui na cidade

“Jezabel” chega ao fim, pelo menos para ator mirim de Jundiaí

Gianlucca Mauad deixa a história que teve um salto no tempo nessa reta final de novela

Amigo Secreto do JundiAqui vende quadro de Inos e ajuda Bem-Te-Vi

Cada Cica ainda tem mais 12 obras doadas para instituições à espera de compradores

O drive-thru da vacinação chega ao fim: veja como foi

Posto funcionou no Parque da uva entre 23 de março e 15 de agosto
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.