Jundiaqui
Jundiaqui

Mulher que abandonou bebê na Igreja da Vila Arens é ouvida pela polícia

Jundiaqui
25 de agosto de 2020
Moradora de Várzea Paulista de 26 anos e que tem outros dois filhos prestou depoimento e foi liberada

A mulher que deu à luz a uma bebê em 31 de julho e a deixou dentro de uma bolsa cor-de-rosa na Igreja Nossa Senhora da Conceição dia 8 de agosto, foi  identificada pela polícia de Jundiaí e prestou depoimento na manhã desta terça-feira (25) sobre o abandono da menina. Ela foi ouvida e liberada.

A criança foi encontrada por um vigia junto com uma carta. Ela foi levada pela GM ao Hospital Universitário e depois adotada por uma família da cidade, após abertura de processo pela Vara da Infância e da Juventude.

A mulher afirmou à investigação que fez o parto sozinha nos fundos da casa. Ela tem 26 anos e outros dois filhos, de 6 e de 2 anos de idade. Ela disse não saber quem é o pai, alegando que estava separada do marido, com quem voltou a morar agora, mas em Campinas - mudou-se no dia seguinte que deixou a bebê na Igreja.

Ao "G1", o delegado Antônio Seleguin Júnior contou não acreditar nessa versão e vai investigar se teve a participação de alguém ou se o marido pressionou-a para abandonar a criança por não ser filha dele.

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Nada de Carnaval em 2022, avisa Prefeitura de Jundiaí

Decisão foi tomada em conjunto com as cidades vizinhas

Sons do silêncio

Por Vera Vaia

Max Gehringer, nosso especialista em Copas

Jundiaiense tem livros sobres os primeiros mundiais e um que trata dos 7 a 1 de 2014 para a Alemanha

Dia da maldade

Pelo chef Manuel Alves Filho
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.