Jundiaqui
Jundiaqui

Óbitos acima de 90 anos caem na cidade de 18% para 2,5% desde a vacina

Jundiaqui
29 de abril de 2021
Faixa etária é a que tem menos mortes a partir dos trinta anos este mês

O boletim da Prefeitura de Jundiaí desta quinta-feira (29) traz um único óbito de residente na cidade causado pelo novo coronavírus. Trata-se de um homem de 95 anos, portador de doença cardiovascular e nefropatia crônicas, que internou dia 20 e faleceu dia 28 em hospital privado da cidade. Morte na faixa etária acima de 90 anos virou raridade nas últimas semanas.

Reflexo da vacinação contra a Covid-19 para esse público mais idoso, o primeiro da lista ao lado de profissionais da linha de frente da saúde, os óbitos por causa do vírus de quem tem a partir de 90 anos estão em queda acentuada agora em 2021.

Em janeiro, responderam por 17,9%, 12 dos 67 falecimentos registrados. Dia 21 de janeiro é que a vacinação começou. Em fevereiro baixou a 15% do total, 9 de 60 casos. A partir daí despencou: 5,6% em março, sendo 11 das 196 vítimas fatais e agora em abril está na casa dos 2,5% - sendo 6 de 232.

Em abril, está assim o número de óbitos por faixa etária: 20-29: 3, 30-39: 12, 40-49: 16, 50-59: 42, 60-69: 67, 70-79: 67, 80-89: 19 e 90-99: 6. Total de 232. Até o momento, a cidade registra 1.047 óbitos causados pela Covid-19 desde o início da pandemia.

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

De clarinete a percussão para a gurizada

Projeto Guri oferece 184 vagas para cursos gratuitos de música em Jundiaí

Provocações gastronômicas

Por Manuel Alves Filho

Odontologia: check-up digital é novidade em nome da prevenção

Detectar uma cárie no estágio inicial, localizada ainda em esmalte, por exemplo, evita muitas dores

No Arraiá do La Bella Arte é só alegria

Escola de dança mantém a tradição de festejar o fim do primeiro semestre com um bela festa
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.