Jundiaqui
Jundiaqui

Mais cooperação, menos disputa

Jundiaqui
27 de março de 2020
Por José Arnaldo de Oliveira

Não há conflito entre duas crises, de coronavírus na saúde e de economia no social. É uma coisa só, que exige mais inteligência e menos disputa.

A cooperação é uma atitude antiga no país. Tanto que em alguns lugares se chama mutirão. Em outros, batalha. Em outros, ajuri. São heranças da cultura caipira, camponesa, caiçara, cabocla ou indígena.

Funciona assim: algo individualmente é difícil, mas em um esforço coletivo é mais viável – e a moeda usada é a retribuição. Quem notou isso em outros lugares do mundo foram antropólogos como Marcel Mauss ou Marshall Sahlins.

Estamos fazendo, de certa maneira, algo parecido com a redução da curva de contágio do coronavírus - que poderia atingir nossos pais ou avós - e vamos precisar de algo parecido quando retomarmos aos poucos as atividades que diminuíram.

Já começamos a entender isso aplaudindo os essenciais como pessoas dos mercados, das farmácias, da segurança, da limpeza, do transporte ou da alimentação.

Primeiro a vida, e aos poucos a economia real. Com sabedoria. A crise é mundial e será grave. Mas a cooperação é uma atitude antiga no país. Tanto que em alguns lugares se chama mutirão. Em outros, batalha. Em outros, ajuri.

*


“Esses bens circulam entre clãs e tribos seguindo a regra de que, quanto mais grandiosas as doações, maior prestígio concedido a seus doadores. No entanto, prestações devem ser retribuídas, se não imediatamente, em momento posterior, assumindo um caráter disfarçadamente desinteressado. O caráter híbrido dessas prestações e contraprestações, segundo o qual elas são simultaneamente livres e obrigatórias, desinteressadas e interessadas é outro aspecto importante da análise de Mauss”.

SERTÃ, Ana Luísa & ALMEIDA, Sabrina. 2016. "Ensaio sobre a dádiva". In: Enciclopédia de Antropologia. São Paulo: Universidade de São Paulo, Departamento de Antropologia.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Na Prefeitura a ordem é reduzir documentos em papel e economizar

No mesmo dia que TJ manda pra cá montanha de processo, município anuncia novo passo de informatização

“Mister Poder” e outras 11 canções de Venâncio estão agora no YouTube

Banda Mágicos & Místicos faz show para apresentar repertório do compositor falecido em 2013

desejos

Por José Renato Forner

Liberdade de ser quem se é

Por Kelly Galbieri
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.