Jundiaqui
Jundiaqui

Casal de Jundiaí completa 2 anos rodando a América do Sul de Kombi

Jundiaqui
18 de novembro de 2019
“Karminha Viajando na Viagem” é o projeto tocado por Piero Garcia e Maíra Magoga

José Arnaldo de Oliveira

Os jundiaienses Piero Garcia e Maíra Magoga estão há dois anos rodando a América do Sul em uma Kombi em seu projeto chamado “Karminha Viajando na Viagem”. A dupla cruzou 18 estados do Brasil antes de pegar os países vizinhos e aqui conta sua história...

"O projeto começou com a compra da Kombi em 3 de fevereiro de 2017, mas era pra viajar e curtir somente aos fins de semana. Mas depois de conhecer viajantes e esse mundo, obrigou-nos a repensar o modo em como estávamos vivendo. Resolvemos que também iríamos sair por aí. E em abril do mesmo ano tudo mudou, iniciando as preparações para a nova e tão desconhecida vida".

Foram seis meses preparando a Kombi, a família, se desligando dos trabalhos. Ele é técnico eletrônico e ela, autônoma. A Kombi Karminha, ano 97, eles mesmos montaram, um pouco por dia. Ela conta com sofá, cama de casal, reserva de água de 70 litros, fogão de duas bocas com forno e gás de 13 kg, placa solar e bateria estacionária para geração e acúmulo de energia, pia, armários etc. Carrega até uma bike.

“Nesse meio tempo precisávamos resolver como viver financeiramente na estrada, e foi o artesanato que escolhemos, testamos e adaptamos antes de cair na estrada. Hoje montamos uma loja na própria Kombi, vendemos pulseiras de macramê, filtros dos sonhos, colares e amigurumi (bichinhos de crochê) além de outras coisas, tudo feito por nós”, conta Piero.

Entregaram a casa que era alugada, venderam todos os móveis e finalmente no dia 28 de outubro de 2017 caíram na estrada. A partir daí foram 18 estados brasileiros, sendo 15 pelo litoral, do Rio Grande do Sul até o Maranhão, mais Tocantins, Goiás, Minas Gerais, até saírem do país.  A dupla passou por Paraguai, Uruguai, Argentina e atualmente cruza o Chile - rumo ao extremo sul do continente, em Ushuaia.

“Esse projeto de vida e viagem é uma experiência que jamais tínhamos sonhado e está sendo muito transformador em nossas vidas, todos os dias aprendemos muito, não temos mais rotina, a cada minuto tudo pode mudar. Conhecemos muitas pessoas, lugares, culturas e por onde passamos somos muito bem tratados e acolhidos. Agora, fora do nosso país, conseguimos ver o Brasil com outros olhos, e temos certeza que é o melhor lugar pra se viver!”, dizem.

Todo o progresso e histórias podem ser acompanhados pelas suas redes sociais, "Karminha Viajando na Viagem" - no Instagram ou no Facebook.

A maior alegria, dizem, é rodar com a Kombi pois sempre estarão em um lugar diferente. E a pior coisa é quando o veículo dá problema - no caso, eles mesmos fazem a manutenção onde for.

Mas o maior desafio atual está sendo financeiro, pois estão agora em um lugar muito remoto no mundo, onde faz muito frio, as cidades muito longe umas das outras. E o maior gasto é com combustível, 70% do total, pois fora do Brasil é mais caro e a Kombi faz mais ou menos 8 km por litro.

“Sempre dormimos na rua, não usamos camping, pousadas ou hotéis e o banho geralmente é em postos ou em casa de pessoas que nos apoiam. Os nossos maiores incentivadores são aqueles que vibram positivamente a cada passo que damos”.

E os planos não param. Eles agora pensam em terminar o desafio do Ushuaia e ir até o Peru, Equador, Colômbia e Bolívia. Mas um passo de cada vez.

A mensagem final deles é que “enfim, desejamos que todos possam viver a vida da melhor maneira, pois só temos uma e passa rápido!”.

 

 
Jundiaqui
Você vai
gostar de

clamo ao tempo

Por José Renato Forner

O Refogado em fotos e mais fotos…

Pulou, pulou, beijou, beijou? Se veja no JundiAqui então…

Friosinho combina com fondue e vinho no Casa Cica

Essa delícia é servida todas as noites e com desconto às quintas-feiras 

Don’t go breaking my heart

O filme “Rocketman” mostra aspectos da vida de Elton John que você provavelmente não conhecia, conta Cláudia Bergamasco
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.