Jundiaqui
Jundiaqui

“Uma convergência de olhares e imaginários” é visão de artistas sobre a Serra

Jundiaqui
4 de março de 2020
Exposição vai ao Japi neste final de semana e depois fica em cartaz por um mês na Pinacoteca

A Serra do Japi completa 37 anos de seu tombamento e ganha uma exposição de artes em sua homenagem.  "Uma convergência de olhares e imaginários" reúne obras de André Crespo, Artur Silva, Carlos Batistella, Cecilia Celandroni, Chrismontez de Brito, Cris Suiter, Dadi, Ede Galileu, Edu Mendonça, Ezio Fornazari, Fábio Cobiaco, Guilherme Kramer, Inos Corradin, Keli Paes, Marcelo Neves, Maria Cristina Lopes, Marilzes Petroni (foto acima), Marta Gehringer, Pablo Palhais, Pedro Amora, Regina Sartori e Silvia Ruiz.

O evento será dividido em três momentos: sábado (7) tem a pré-estreia acontecerá na Serra do Japi, para artistas, apoiadores e patrocinadores, além de membros do governo. Já no domingo (8) a mostra será aberto ao público, com entrada franca. Acontecerá ainda palestras sobre abelhas nativas e oficinas de arte. Serão vendidas serigrafias. Vai ser na Fazenda Montanhas do Japi - Avenida Luiz Gobbo 5.650.

E no dia 12, os trabalhos vão para a Pinacoteca Diógenes Duarte Paes, onde ficam até 5 de abril. Rua Barão de Jundiaí, 109, Centro.
Jundiaqui
Você vai
gostar de

Quando 100 reais valem mais…

Por Wagner Ligabó

Mulher das Rosas espalha romantismo pela noite jundiaiense

Há 12 anos, Tânia Santos vende flores em bares e durante bailes de diferentes clubes

Danilo Gentili diz que vai adorar se Jundiaí censurar seu filme

Ator veio ao Maxi Shopping para pré-lançamento de “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”

Ruínas da Estaçãozinha ganham festa para chegada do Trem Iluminado

Vai ser no sábado dia 21, com direito a Papai Noel e bateria de escola de samba
Jundiaqui
Artigos assinados não representam a opinião do site. Esse conteúdo é de responsabilidade exclusiva de seu autor.